Jovem com câncer se recusa a mudar data de casamento após diagnóstico

A mulher recebeu o diagnóstico que seu tumor tinha retornado após dois anos em remissão e, ainda pior, tinha se espalhado para outros órgãos vitais

Laurin Long, de 29 anos de idade, mora com a família em na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Há alguns meses, a jovem recebeu uma notícia triste: lutando contra um câncer de mama, os médicos revelaram que ela teria que usar, muito possivelmente, um cilindro de oxigênio em seu casamento. Os profissionais acreditavam que ela não conseguiria caminhar até o altar no dia 24 de março.

A notícia surpreendeu Laurin e seu futuro marido, Michael Bank, de 34 anos de idade. O casal estava planejando a cerimônia quando a mulher recebeu o diagnóstico que seu tumor havia retornado, após dois anos em remissão. E, ainda pior, que ele havia se espalhado para outros órgãos vitais. Não demorou muito até que a jovem iniciasse um tratamento agressivo. Os médicos, então, orientaram o casal a adiar o casamento para garantir que a noiva estivesse com a saúde em dia quando o grande dia chegasse.

A mudança de data, no entanto, não era negociável: os noivos escolheram o 24 de março por um motivo pra lá de especial. A data marca o dia em que eles se conheceram no site de namoro Plenty Of Fish. Eles estavam determinados a manter o casamento no dia agendado, independentemente da saúde de Laurin: “Nós decidimos que nos casaríamos no dia 24 de março, não importando a condição em que eu estivesse“, contou a noiva, segundo o The Daily Mirror. “Ela é incrível. Nós estamos focando em nos amar e em amar a vida“, contou Michael.

Como prometido, Laurin e Michael disseram “sim” no dia 24 de março, como planejado. Os cliques da cerimônia foram feitos pela fotógrafa Tiffany Ellis.

Laurin já lutava contra o câncer quando conheceu Michael, em 2015. Ela foi diagnosticada com a doença ao completar 26 anos e enfrentou quimioterapia, uma dupla mastectomia e seis semanas de radiação. Ao completar o tratamento, a jovem fez um ensaio fotográfico com luvas de boxe para comemorar o fim da batalha. Foram os cliques empoderados que chamaram a atenção do noivo: “O fato de que ela estava sorrindo apesar de tudo que estava acontecendo, disposta a se expor — eu achei que ela era alguém que tinha amor pela vida“, contou Michael.

Após a receber a notícia que de não tinha câncer, Laurin permaneceu insegura: a mãe da jovem morreu de câncer no pâncreas quando a noiva tinha apenas 17 anos e seu pai morreu após uma luta contra um tumor no cólon quando ela tinha 22 anos. “Nós focamos em fazer incríveis aventuras e em viagens, sabendo que havia chances de a doença voltar. É claro, nós esperávamos que não, mas tentamos encontrar o balanço entre planejar o futuro e fazer questão que cada dia valhesse a pena“, contou Michael.

Michael e Laurin fizeram um cruzeiro para as Bahamas, passearam por Cancun e, em junho de 2017, ficaram noivos nas Cataratas do Niagara. Tudo ia bem, até que a noiva recebeu a notícia que o câncer havia retornado. Ela foi diagnosticada com a doença após sentir dores fortes nas costas, mas médicos acreditavam se tratar de dores musculares. A paciente voltou para casa e foi orientada a usar relaxantes musculares e analgésicos. A mulher, no entanto, sabia que havia algo errado: após insistir, exames mostraram que o tumor havia se espalhado pelos ossos e figado. “Nós ficamos aterrorizados“, contou Michael.

Laurin começou uma nova sessão de quimioterapia, mas, em dezembro, recebeu a notícia de que o tumor tinha se espalhado para seus pulmões. A única opção da jovem foi participar de um teste clínico bastante agressivo, onde ela toma duas drogas para a quimioterapia e dois remédios de imunoterapia. O tratamento parece ter dado certo: exames mostram que os tumores diminuíram.

Na segunda (16), a jovem compartilhou as boas notícias com os amigos do Facebook: “A médica entrou hoje e perguntou como nós estávamos. Nós respondemos que bem e ela respondeu ‘ótimo, vamos deixá-lo ainda melhor!’. Eu sabia que nós iríamos receber ótimas notícias. Os exames chegaram… os dois tumores são diminuindo. O restante das manchas metastáticas estão pequenas demais para serem medidas e estão estáveis. O teste está funcionando“.

A noiva não se arrepende de não ter mudado a data do casamento: “Esperamos pelo casamento e fizemos tudo nos nossos termos“, contou a mulher. Os próximos planos do casal? Eles pretendem fazer uma viagem para a Itália em setembro para comemorar os 30 anos de Laurin. “Nós continuaremos vivendo, viajando e fazendo o que queremos dentro do possível. Nós decidimos que sempre focaremos na qualidade e não na quantidade“, contou Michael. 

Dê sua opinião: E você, o que achou da história de amor de Laurin e Michael? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s