Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Casal deixa o emprego para dar a volta ao mundo e… acaba lavando banheiros

A internet, volta e meia, conta uma história edificante de alguém que, com espírito aventureiro e muita vontade de viver, resolve abandonar tudo – trabalho, rotina, obrigações do dia a dia – para curtir o plano de dar a volta ao mundo. Curtir novas experiências em paisagens exóticas: quem nunca sonhou com tudo isso? A realidade, no […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 14h54 - Publicado em 31 ago 2015, 16h12

casalemprego

A internet, volta e meia, conta uma história edificante de alguém que, com espírito aventureiro e muita vontade de viver, resolve abandonar tudo – trabalho, rotina, obrigações do dia a dia – para curtir o plano de dar a volta ao mundo. Curtir novas experiências em paisagens exóticas: quem nunca sonhou com tudo isso? A realidade, no entanto, pode ser muito mais complicada que esse roteiro dos sonhos.

+ Uma frase em uma nota de dinheiro uniu um casal da forma mais incrível

É o que acontece com o casal Chanel Cartell e Stevo Dirnberger, da África do Sul. No início do ano, eles se tornaram conhecidos na web por deixar de lado seus empregos estáveis em agências de publicidade e ir além.

Para narrar os capítulos dessa jornada, eles criaram um blog e uma conta no Instagram chamados How Far From Home. É um perfil repleto de lindas imagens de locais de tirar o fôlego. Até porque não havia como ser diferente, certo? Confira alguns exemplos de fotos:

//instagram.com/p/6lBT5ULqGP/embed/
//instagram.com/p/6pyWDzLqLx/embed/
//instagram.com/p/6YNCKgrqCg/embed/

 

Impressionante de tão bonito, não? Só na aparência, talvez.

Eis que, em um post de blog (que virou um post no Buzzfeed americano), eles decidiram contar toda a verdade sobre a experiência que vivem. E o relato nada tem de glamouroso.Para realizar o sonho, eles estão trabalhando duro e pesado para garantir o pouco dinheiro que conseguem.

Continua após a publicidade

Pelos comentários que recebemos, fica a impressão de que estamos vivendo os melhores momentos da nossa vida. E estamos mesmo – é incrível. Mas nada disso tem a ver com dias de sol e sorvetes.

Até agora, nós limpamos 135 banheiros, transportamos 250 quilos de esterco, limpamos 60 metros de calçada, fizemos 57 camas e não consigo lembrar quantas janelas lustramos.

A realidade do trabalho voluntário é brutal. Antes, vivíamos uma vida até confortável em Johannesburgo. Hoje, estamos na outra ponta dessa escala social. Somos limpadores de banheiros, catamos fezes de cachorros, vendemos verduras na feira“.

Apesar de trabalhar muito, com o dinheiro que recebem eles conseguem comprar apenas itens de necessidade básica, como papel higiênico e pasta de dente. A alimentação se resume a geleias baratas e biscoitos – por isso, ganharam cerca de cinco quilos desde o começo da viagem. Para encontrar os lugares onde dormir, eles arrastam as malas nas ruas – já que não têm dinheiro para ônibus.

“Aprendemos muito sobre humildade”, eles contam. “E esse é o ponto positivo. Hoje, vivemos cada dia como se fosse o último”, escrevem.

Parece incrível? Talvez sim. Mas fácil e agradável? Nunca.

//instagram.com/p/3y4OFirqPa/embed/

 

O que você achou do relato realista do casal de viajantes? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade