Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Bolsonaro faz live irritado contra matéria da ‘TV Globo’ e vídeo repercute

Reportagem e reação do presidente geraram comentários de políticos, artistas e influenciadores

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 30 Oct 2019, 12h54 - Publicado em 30 Oct 2019, 12h12

O presidente Jair Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo na noite da última terça-feira (29) para demonstrar seu descontentamento com uma matéria da TV Globo. A reportagem em questão, veiculada no Jornal Nacional, afirma que um porteiro do condomínio em que o mandatário vivia, no Rio de Janeiro, citou o nome do presidente em depoimento no caso Marielle Franco.

Isso porque um dos envolvidos na morte da vereadora teria anunciado na portaria que iria para casa de Bolsonaro, mas foi para a de Ronnie Lessa, outro suspeito de envolvimento no crime, no dia em que Marielle foi assassinada. Além disso, o homem teria sido autorizado a entrar no local por alguém que estava na casa do presidente.

Durante a live, Bolsonaro se mostrou exaltado e, apesar de não ter sido acusado de envolvimento, já que estava em Brasília no dia, fez questão de dizer que não tinha motivos para matar ninguém. “Por que essa patifaria? Deixem eu governar o Brasil. E vocês, TV Globo, ficam infernizando a minha vida, p****!”, disse.

Em nota, a Globo afirmou que “não fez patifaria nem canalhice. Fez, como sempre, jornalismo com seriedade e responsabilidade. Revelou a existência do depoimento do porteiro e das afirmações que ele fez. Mas ressaltou, com ênfase e por apuração própria, que as informações do porteiro se chocavam com um fato: a presença do então deputado Jair Bolsonaro em Brasília, naquele dia, com dois registros na lista de presença em votações. O depoimento do porteiro, com ou sem contradição, é importante, porque diz respeito a um fato que ocorreu com um dos principais acusados, no dia do crime. Além disso, a mera citação do nome do presidente leva o Supremo Tribunal Federal a analisar a situação. A Globo lamenta que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro. Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações.”

Assista à transmissão:

 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=WoLHaXFRVQg%5D

Na internet, diversos políticos e personalidades se manifestaram sobre o tema. A hashtag #QuemEstavaNaCasa58, em alusão à pessoa que teria atendido o interfone na casa de Bolsonaro, ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. Veja a repercussão:

 

Internautas também aproveitaram a live para captar reações cômicas do presidente durante a transmissão:

 

Publicidade