Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Avicii usou vidro de garrafa quebrada para cometer suicídio

O DJ e produtor sueco morreu no dia 20 de abril, aos 28 anos, em Mascate, capital de Omã

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h11 - Publicado em 1 Maio 2018, 13h22

A morte de Tim Bergling, mais conhecido como Avicii, foi um suicídio. As informações são do site norte-americano TMZ. Várias fontes afirmaram que o DJ e produtor sueco utilizou o vidro de uma garrafa quebrada para tirar a própria vida. Duas pessoas disseram que ele cortou o pescoço, enquanto outra nega essa versão e afirma que o astro da música se feriu no pulso. Avicii morreu no dia 20 de abril, aos 28 anos, em Mascate, capital de Omã.

Poucos dias atrás, a família do DJ informou que o artista sueco enfrentava problemas e que “não podia mais”. Em seu primeiro comunicado público após a morte de Avicii, os familiares escreveram: “Ele realmente lutou e refletiu sobre o significado da vida e da felicidade. Não podia mais. Queria encontrar a paz“, diz o comunicado — a causa da morte do DJ não foi confirmada oficialmente, mas a declaração sugeriu que o artista teria tirado a própria vida.

Em 2015, Avicii começou a ter problemas de saúde após lutar contra o vício em álcool por muitos anos. Em 2016, o DJ anunciou que não se apresentaria mais ao vivo, mas que continuaria produzindo músicas. A saúde do rapaz, no entanto, não melhorou. Circularam notícias de complicações após uma cirurgia de apendicite. Na sequência, o artista desenvolveu uma pancreatite aguda devido ao consumo de álcool e chegou a ser internado. 

Dê sua opinião: E você, era fã de Avicii? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade