Clique e assine por apenas 6,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Três perguntas para Nasi

O Projeto Ira!Folk, de Nasi e Edgard Scandurra, traz a versão intimista e acústica para clássicos como Flores em Você e Tolices. Confira bate-papo com Nasi: + Provocateur Club fecha as portas Por que o formato desplugado? Foi uma oportunidade de revisitar o antigo repertório e resgatar canções que não ganharam moral quando foram lançadas. Além disso, é a chance de tocar em locais que são avessos […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 Feb 2017, 10h57 - Publicado em 5 Aug 2016, 16h24
Edgard Scandurra e Nasi (Foto: Gabriel Braga)

Edgard Scandurra e Nasi (Foto: Gabriel Braga)

O Projeto Ira!Folk, de Nasi e Edgard Scandurra, traz a versão intimista e acústica para clássicos como Flores em Você e Tolices. Confira bate-papo com Nasi:

+ Provocateur Club fecha as portas

Por que o formato desplugado?

Continua após a publicidade

Foi uma oportunidade de revisitar o antigo repertório e resgatar canções que não ganharam moral quando foram lançadas. Além disso, é a chance de tocar em locais que são avessos a bandas de rock, como os teatros.

Qual música ficou melhor na nova versão?

Acho que Dias de LutaBoneca de Cera. O público consegue entender melhor a letra, então enriqueceu.

Como o Ira! é melhor: elétrico ou acústico?

Continua após a publicidade

Eu gosto de fazer barulho. Para mim, o Ira! é rock. Mas está sendo bom ter esta vivência mais próxima com o público. É um show mais cool.

Teatro BradescoSexta (12) e sábado (13), 21h. R$ 80,00 a R$ 180,00.

Publicidade