Clique e assine com até 89% de desconto
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Os 51 anos de Tom Cruise e seus dez melhores filmes

Tom Cruise faz 51 anos hoje. Parece um garotão diante de outros atores que têm quase a mesma idade, como George Clooney e Brad Pitt. Lembro a primeira vez que vi Tom Cruise no cinema. Foi em Negócio Arriscado, um filme que serviu de inspiração para a juventude da década de 80 – os óculos […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 27 fev 2017, 01h00 - Publicado em 3 jul 2013, 12h12

Tom Cruise faz 51 anos hoje. Parece um garotão diante de outros atores que têm quase a mesma idade, como George Clooney e Brad Pitt. Lembro a primeira vez que vi Tom Cruise no cinema. Foi em Negócio Arriscado, um filme que serviu de inspiração para a juventude da década de 80 – os óculos do personagem, inclusive, viraram moda. É a partir de Negócio Arriscado que a carreira de Tom Cruise deslancha e é também a partir deste filme que escolhi seus dez melhores longas-metragens.

Negócio Arriscado (1983)
O que ficou célebre foi a cena em que Tom Cruise dubla Bob Seger em Old Time Rock and Roll vestindo apenas camisa e cueca (veja abaixo). Mas o filme é uma deliciosa provocação sobre um estudante (Cruise) que precisa montar às pressas um bordel na casa de seus pais para ganhar dinheiro rápido.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=R11L1-QpODQ?feature=oembed&w=500&h=281%5D

A Cor do Dinheiro (1986)
No mesmo ano em que rodou Top Gun (que fez um tremendo sucesso, mas eu não gosto tanto), Cruise foi convidado pelo grande Martin Scorsese para contracenar com Paul Newman. Foi aí que ele provou, ao lado de um monstro sagrado, que podia combinar talento e beleza.

Rain Man (1988)
Na pele de um autista, Dustin Hoffman levou o Oscar de melhor ator, mas Cruise não fez feio no papel do irmão mauricinho. Achei o filme careta naquela época, mas sobreviveu ao tempo por causa de sua mensagem humanista.

Nascido em 4 de Julho: indicação ao Oscar de melhor ator

Nascido em 4 de Julho (1989)
Com o prestígio em alta, Cruise foi filmar com o então badalado Oliver Stone. Interpretando um personagem real, o veterano do Vietnã Ron Kovic, recebeu sua primeira indicação ao Oscar de melhor ator – e, realmente, é impressionante sua performance.

De Olhos Bem Fechados (1999)
Até Stanley Kubrick se rendeu ao talento e à fama de Cruise e o escalou para aquele que seria seu último filme. Embora menor na carreira do diretor, o drama tem um erotismo e uma ousadia que, até então, o galã não tinha provado.

Contracenando com sua então esposa Nicole Kidman: De Olhos Bem Fechados

Continua após a publicidade

Magnólia (1999)
Depois de Kubrick, Paul Thomas Anderson deu ao astro um pequeno grande papel, pelo qual foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante. Talvez seja sua atuação mais corajosa como um guru sexual sem papas na língua.

Está gostando deste post? Então curta a página do meu blog no Facebook.

Minority Report (2002)
E, mais uma vez, outro grande diretor quis trabalhar com Cruise. Steven Spielberg o chamou para ser o protagonista desta engenhosa ficção científica baseada em conto do visionário autor Philip K. Dick (Blade Runner).

Saiba também quais são meus dez filmes preferidos de Pedro Almodóvar

Colateral (2004)
De cabelos grisalhos, Cruise interpretou seu primeiro vilão – e se deu muito bem com a crítica, que o cobriu de elogios, neste thriller de outro paparicado diretor, Michael Mann.

Um vilão de cabelos grisalhos em Colateral: elogios da crítica

Missão: Impossível 3
O astro estrelou vários filmes de ação, incluindo os dois primeiros desta cinessérie. Mas eu gosto mesmo deste terceiro episódio, que tem mais ação e menos complicação na trama. Foi o primeiro longa-metragem para o cinema do hoje cultuado J.J. Abrams (dos novos Star Trek).

Missão: Impossível – Protocolo Fantasma
Coube a Brad Bird fazer do agente Ethan Hunt um herói saído dos quadrinhos. Só a cena de Cruise “escalando” o Burj Khalifa, em Dubai, já valia o ingresso.

Continua após a publicidade
Publicidade