Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Polêmicos filmes sobre Suzane von Richthofen dividem a internet

O assunto chegou aos trending topics do Twitter nesta quarta (18); confira a repercussão

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 18 set 2019, 15h55 - Publicado em 18 set 2019, 15h47

Uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo atiçou os ânimos dos tuiteiros nesta quarta (18). Tudo por causa do filme sobre a criminosa Suzane von Richthofen, que, com seu namorado e o irmão dele, Daniel e Cristian Cravinhos, planejou o assassinato dos próprios pais, em 2002.

O caso policial ganhou a mídia e, até hoje, é motivo de discussões. A matéria da Folha entrevistou os produtores e o diretor do filme que, aliás, serão dois filmes (e talvez vire uma minissérie). A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais serão lançados em 2020 e vão ganhar exibição alternadas, justamente para que o espectador tenha dois pontos de vista: o de Suzane e o de Daniel. 

Na mesma reportagem, os produtores afirmaram que os roteiros forma escritos com base nos depoimentos dos réus, que nem Suzane (interpretada por Carla Diaz) nem Daniel vão ganhar nenhum dinheiro e que, embora tenham sido autorizados a receber 2 milhões de reais do Fundo Setorial do Audiovisual, vão abrir mão da grana, justamente para não serem apedrejados por estarem usando recursos públicos.

A internet, então, se dividiu. Uns saíram atirando pedras nos filmes (mesmo sem nem terem sido lançados), outros defenderam as produções. Os defensores, inclusive, chamam de hipócritas os que criticam um filme sobre Suzane, mas assistem a séries e longas-metragens na Netflix com serial killers, a exemplo de Ted Bundy.

Confira abaixo a repercussão.

Que me seguir nas redes sociais? Anote:

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade