Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

20 ótimos filmes na Netflix e Amazon com personagens reais (mas você não sabia)

Entre as atrações estão Fome de Poder, com Michael Keaton, e A Grande Jogada, com Jessica Chastain

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 8 out 2020, 11h37 - Publicado em 8 out 2020, 11h36

Sabe que aquele filme em que, logo na abertura, tem a frase “inspirado em caso real”? Há muitos longas-metragens com personagens conhecidos, mas o tema deste post é, justamente, apontar personalidades que não foram tão famosas, ao menos para os brasileiros. Confira minha seleção abaixo com títulos na Netflix e no Amazon Prime Video.

Na Netflix  

Fome de Poder > Os irmãos Richard e Maurice (Mac)McDonald tinham uma lanchonete no estilo drive-in na década de 40. Com a decadência do sistema de negócio, resolveram simplificar e oferecer apenas hambúrguer, refrigerante e batata frita, sem o uso de talheres e com a comida servida diretamente ao cliente num saco de papel. Ao passar pela loja da Califórnia, em 1954, Ray Kroc (Michael Keaton), um derrotado vendedor de máquina de milk-shake, viu ali um modelo de vendas pioneiro e se ofereceu para ser parceiro na empresa. Tornou-se, então, o responsável por transformar o McDonald’s numa franquia pelos Estados Unidos. O filme revela os prós e os contras desse empreendedor ao mesmo tempo visionário e desonesto, persistente e trapaceiro. Numa narrativa linear, o filme explica como nasceu a maior cadeia de fast-food do mundo e os bastidores das injustas negociatas.

Uma História Verdadeira > A química entre os atores ajuda muito no interesse do drama psicológico sobre Michael Finkel (Jonah Hill). Respeitado jornalista do The New York Times, ele ficou surpreso ao saber que Christian Longo (James Franco) usava seu nome para escapar da polícia. Preso no México e levado para uma penitenciária no Oregon, Longo foi acusado de assassinar a esposa e três filhos. Para contar os motivos que o levaram a cometer os crimes, exigiu a presença do renomado repórter, por quem nutria uma grande admiração. Começa aí uma guerra de nervos, muitas vezes aflitiva.

Fútil e Inútil > Já aviso: há uma pegadinha espertíssima e emocionante ao desfecho. Doug Kenney e Henry (papéis de Will Forte e Domhnall Gleeson) estudaram juntos na Universidade Harvard e, depois de formados, não seguiram suas profissões. Piadistas e espirituosos, decidiram pôr em prática, em 1970, um projeto estudantil e lançar a revista National Lampoon. Era uma publicação ousada, com humor machista, ataques ao governo Nixon e de irreverência ímpar (algo parecido com o que a turma do Casseta & Planeta fazia em O Planeta Diário). O sucesso foi tão grande que Kenney virou “a cara” do novo humor americano ao roteirizar a comédia Clube dos Cafajestes (1978). Isso, porém, detonou o estopim para uma vida regada a mordomias e cocaína. Da produção de época ao roteiro didático, tudo é muito simples e caseiro, mas a homenagem é justa e à altura de uma mente brilhante.

A Caminho da Fé > Muito querido pela comunidade evangélica de Tulsa, no estado de Oklahoma, o bispo Carlton Pearson (Chiwetel Ejiofor) deixou os fiéis atônitos após, segundo ele, ouvir um chamado de Deus. Em 1998, falou em sua igreja, diante de 6 000 pessoas, que o inferno não existe. Ou seja: todos que cometeram pecados estariam salvos e juntos de Cristo depois da morte. A declaração caiu como uma bomba e o filme vai, passo a passo, mostrando o “calvário” atravessado por Pearson. Contrariando os dogmas, ele seguiu, inabalado, sua convicção, e a empenhada atuação do protagonista só contribui para uma reflexão polêmica, porém oportuna.

Roxanne Roxanne > Em 1982, Shante, interpretada por Chanté Adams, quer fazer carreira como rapper, já que participa, em troca de dinheiro, de batalhas pelas ruas do Queens, em Nova York. Só que a menina tem apenas 14 anos e sua amarga mãe (a ótima Nia Long), abandonada pelo companheiro que levou todas as suas economias, quer que a filha vá para a escola. O filme tem Pharrell Williams como um dos produtores e mostra a trajetória de altos e baixos da pioneira Roxanne Shante — da ascensão na música à violência doméstica sofrida nas mãos do truculento pai de seu filho, interpretado por Mahershala Ali.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Estado de Liberdade > Durante a Guerra Civil Americana, Newton Knight (Matthew McConaughey) é um fazendeiro que tenta criar um estado que possa unir brancos e negros. .

Invencível > Dirigido por Angelina Jolie, o filme faz um registro de Louis Zamperini, um atleta olímpico que, durante a II Guerra, passou dias no mar até ser capturado pelos japoneses.

The Post > Meryl Streep faz Katharine Graham, a dona e publisher do The Washington Post, que, com o diretor de redação do jornal, Ben Bradlee (Tom Hanks), tem de tomar a decisão de publicar uma série de documentos secretos encomendados pelo governo americano, em 1971, que envolvia a participação dos EUA na Guerra do Vietnã.

King Cobra > A vida trágica e a carreira de altos e baixos de Brent Corrigan, que, ainda muito jovem, virou um astro do cinema pornô gay em uma produtora caseira de um diretor homossexual. 

Sully > Tom Hanks interpreta Chesley Sullenberger (ou Sully), o piloto que fez um pouso forçado no rio Hudson, em 15 de janeiro de 2009.

Continua após a publicidade

Um Homem entre Gigantes > Trata-se da trajetória do incorruptível doutor Bennet Omalu (papel de Will Smith). Em 2002, esse patologista forense suspeitou da morte prematura de Mike Webster (David Morse), um aparentemente saudável craque do futebol americano de 50 anos. Omalu fez a autópsia e chegou a uma conclusão estarrecedora: o jogador sofreu sérios danos no cérebro devido às contínuas pancadas na cabeça durante as partidas. 

No Amazon Prime Video 

Punhos de Sangue > Em 1975, Chuck Wepner (interpretado por Liev Schreiber) já estava entregando os pontos na carreira quando seu empresário o convenceu a desafiar o imbatível Muhammad Ali — o campeão dos pesos pesados acabara de ganhar a lendária luta contra George Foreman.

Freeheld > O drama é sobre Laurel Hester (Julianne Moore), detetive do condado de Ocean, em Nova Jersey. Lésbica dentro do armário por temer o preconceito, ela conhece, no início dos anos 2000, a jovem mecânica Stacie Andree (Ellen Page). O romance engrena, elas formalizam uma união estável, mas Laurel é pega de surpresa por um câncer no pulmão em estágio terminal. Começa aí uma batalha para que sua namorada fique com os benefícios de sua pensão após a morte.

Todo o Dinheiro do Mundo > O thriller trata do sequestro do neto do bilionário americano Jean Paul Getty (Christopher Plummer), em 1973. Levado por amadores de Roma para o sul da Itália, o adolescente (Charlie Plummer) era o xodó do avô, que se recusou a pagar o resgate. Mas a mãe do rapaz (Michelle Williams) contou com a ajuda de um negociador para libertar o garoto.

O Vencedor > Christian Bale interpreta Dicky Eklund, um ex-pugilista da década de 80 que, embora tenha derrotado uma única vez o campeão Sugar Ray Leonard, declinou na carreira por causa do vício em crack. Ainda vivendo a ilusão da fama em 1993, Dicky será estrela de um documentário da HBO e, entre suas recaídas nas drogas, consegue a duras penas treinar Micky Ward (Mark Wahlberg), seu irmão caçula, no ringue.

Dark Waters / O Preço da Verdade > Mark Ruffalo interpreta Robert Billott, advogado de um escritório de Cincinnati, Ohio, que atua em defesa de grandes corporações. Ao atender ao pedido de um fazendeiro, vizinho de sua avó, ele se dirige a West Virginia para verificar a causa da morte de vacas num terreno poluído por dejetos tóxicos da empresa química DuPont. A partir daí, vai a fundo numa investigação tendo como inimigos os próprios clientes.

The Aeronauts > Cientista e interessado nas previsões climáticas, James Glaisher (Eddie Redmayne) quer saber mais sobre meteorologia. Na Londres de 1862, convence a intrépida pilota de um balão (Felicity Jones) a fazer uma arriscada viagem aérea.

A Batalha das Correntes > Trata-se da rivalidade entre George Westinghouse (Michael Shannon) e Thomas Edison (Benedict Cumberbatch), ambos querendo disputar o posto de inventor da eletricidade. Westinghouse era empresário e astuto. Edison fazia o típico gênio que não se importava com a remuneração, e, sim, com o reconhecimento. A trama começa em 1880 e se arrasta por mais de dez anos.

Kidnapping Mr. Heineken > Em 1983, o bilionário Freddy Heineken (papel de Anthony Hopkins), dono da cervejaria holandesa, foi sequestrado em Amsterdã. Cor van Hout (Jim Sturgess), cabeça do grupo de criminosos de primeira viagem, tinha como parceiro o cunhado, Willem (Sam Worthington), além de um amigo (Ryan Kwanten) e mais dois sujeitos inexperientes. No cativeiro, acompanhado de seu motorista, Heineken esperou dias para ser libertado enquanto a gangue enfiava os pés pelas mãos.

A Grande Jogada / Molly’s Game > Molly Bloom (Jessica Chastain), esquiadora olímpica, sofreu um acidente e virou secretária. Não demorou para assumir o risco e entrar no mesmo negócio do patrão, comandando jogos de pôquer clandestinos para ricos e famosos. Presa em 2013, contratou um advogado (Idris Elba) para defendê-la.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

Continua após a publicidade
Publicidade