Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Quem se lembra da Zebrinha do Fantástico?

O personagem ainda é lembrado, mas a Loteria Esportiva, para a qual ele foi criado, como era naqueles tempos, nem existe mais

Por Roosevelt Garcia Atualizado em 31 jul 2017, 17h47 - Publicado em 31 jul 2017, 17h44

Um dos símbolos máximos do saudosismo na televisão, em qualquer menção às décadas passadas que encontramos na internet, invariavelmente tem a Zebrinha incluída! Mas como surgiu esse personagem tão lembrado?

Na década de 60, o cartunista Mauro Borja Lopes, conhecido como Borjalo, criou o que ele chamava de “Bonecos Falantes”, personagens em papel, com os olhos e a boca móveis, o que permitia que os personagens “falassem”, enquanto eram dublados por um ator. Tentando levar esta ideia para a televisão, ele criou para a Globo a Zebrinha.

No início dos anos 70, a Loteria Esportiva era a mais conhecida do Brasil, a campeã de apostas. Todos ficavam esperando o final do domingo para saber os resultados dos jogos e conferir quantos pontos tinham acertado no seu cartão de apostas. Então, o resultado era apresentado nos principais programas de domingo à noite. Na Globo, a Zebrinha começou participando da edição dominical do Jornal Nacional, o que acabou não durando muito. Quando, em agosto de 1973, o Fantástico estreou, a Zebrinha estava lá!

Resultado da Loteria Esportiva em 1979:

 

Borjalo criou uma zebra, porque este é o sinônimo do resultado inesperado numa partida de futebol. Cada vez que o apresentador Leo Batista anunciava um dos treze resultados da Loteria Esportiva, a Zebrinha dizia qual a coluna correspondia ao resultado do jogo, e se fosse um resultado inesperado, lá vinha ela com a famosa frase “olha eu aí…. zeeeeeebra!”. Ela também anunciava as previsões do matemático Oswald de Souza sobre o número de ganhadores que aquele concurso deveria ter, e o matemático sempre acertou com 90% de precisão!

Continua após a publicidade

No início, a Zebrinha era dublada pelo ator Pedro Braga, que criou o famoso bordão do personagem. No entanto, após algum tempo, a dubladora Maralisi Tartarini assumiu a voz da Zebrinha, ficando até o final. Marilisi era também dubladora de desenhos animados. É dela a voz da Shina de Cobra em Cavaleiros do Zodíaco, e também umas das vozes da Olívia Palito, em Popeye. Ela faleceu em novembro de 2014.

Veja uma reportagem sobre ela e sua personagem:

 

A Zebrinha ficou no ar por treze anos ininterruptos, durando até a Copa do Mundo de 1986. Nessa época, a Loteria Esportiva já tinha perdido um pouco da preferência do público, e também o uso da computação gráfica começava a suplantar os bonecos físicos nas produções televisivas, o que acabou deixando o personagem de lado.

A Loteria Esportiva, como era naqueles tempos, nem existe mais. Mas, não dá pra esquecer da Zebrinha!

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade