Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

A moderna família da Idade da Pedra

Os Flintstones foi o primeiro desenho animado levado ao ar em horário nobre

Por Roosevelt Garcia Atualizado em 22 mar 2018, 21h02 - Publicado em 22 mar 2018, 13h05

Esse desenho dispensa apresentação! Todo mundo conhece esse clássico, que já foi exibido em mais de oitenta países e é um sucesso sempre que é reprisado, há mais de cinquenta anos. Por isso, vou me ater a algumas curiosidades que envolvem a produção dos Flintstones, o maior sucesso de todos os tempos da dupla Hanna-Barbera, e a produção animada mais longa produzida por mais de quarenta anos, só sendo superada muito depois pelos Simpsons.

A produção foi baseada em duas fontes bem diferentes. Primeiro, o desenho animado Stone Age Cartoons, que em 1940 já mostrava personagens da idade da pedra usando animais e utensílios imitando a vida moderna. Segundo, os Flintstones tem muito da série The Honeymooners, com Jackie Gleason, levada ao ar nos anos 50: um marido gordo trapalhão, uma esposa meiga, um casal de vizinhos como melhores amigos. Infelizmente esta série nunca passou no Brasil.

The Honeymooners – uma das inspirações para Os Flintstones Reprodução

 Os Flintstones foi a primeira série animada a entrar em horário nobre nos Estados Unidos, e não aos sábados pela manhã, horário típico infantil. Era, portanto, uma série para adultos. Tanto que, nos dois primeiros anos de produção, o maior patrocinador era a RJReynolds, com seu cigarro Winston. Os comerciais que iam ao ar nos intervalos da série mostravam animações de Fred e Wilma fumando Winston.

 A partir da terceira temporada, com a chegada de Pedrita, o programa ficou mais familiar, então o patrocinador mudou para o suco de uva Welch, um produto também direcionado às crianças.

Continua após a publicidade

 A série durou seis anos, e depois dela, muitas outras séries animadas seguiram o estilo, como os Jetsons e os Muzzarelas, famílias “modernas” vivendo em épocas diferentes da atual. Nos anos seguintes, houve também uma proliferação de séries animadas de família, imitando as comédias de situação tão populares nos Estados Unidos, como Papai Sabe Nada e Os Caretas, mas Os Flintstones foi pedra fundamental de todas essas produções.

Warner Bros./Divulgação

 No Brasil, Os Flintstones foi uma das primeiras produções a ser dublada no recém criado Estúdio Gravasom, que logo se tornaria a cultuada Arte Industrial Cinematográfica, a AIC-SP. O mineiro de Itajubá Marthus Mathias foi escolhido para a voz de Fred, e fez um trabalho inesquecível, sendo o mais lembrado até hoje. O outro dublador de Fred foi Alceu Silveira, que marcou também muito bem o personagem a partir da quinta temporada. Wilma foi dublada por Helena Sâmara que, entre outras vozes, foi Endora, em A Feiticeira e a Sra. Robinson em Perdidos no Espaço.

Veja um trecho da dublagem de Fred com o primeiro dublador Marthus Mathias:

Agora veja um trecho com o segundo dublador de Fred, Alceu Silveira:

  • Continua após a publicidade
    Publicidade