Conheça a galeria a céu aberto do grupo OPNI ConVida, na ZL

A ideia da Galeria a céu aberto do pessoal da OPNI ConVIDA é grafitar todos os muros, cantos, vielas e casas, transformando a comunidade de Vila Flávia, na Zona Leste da Capital, em uma grande galeria de arte urbana. Atualmente, cerca de 180 obras de grandes nomes nacionais e internacionais do graffiti integram a exposição. A […]

opni

A ideia da Galeria a céu aberto do pessoal da OPNI ConVIDA é grafitar todos os muros, cantos, vielas e casas, transformando a comunidade de Vila Flávia, na Zona Leste da Capital, em uma grande galeria de arte urbana. Atualmente, cerca de 180 obras de grandes nomes nacionais e internacionais do graffiti integram a exposição.

A curadoria é do grupo OPNI, formada por artistas moradores da mesma comunidade, que se responsabilizam por agitar culturalmente a região do bairro de São Mateus.

opni3

Ao sentirem a necessidade de colorir e revitalizar a região, os artistas começaram a realizar ações e obtiveram resultados positivos. Ao falarem de arte, realizando entrevista e matérias sobre o projeto, eles despertaram o interesse da população da comunidade. Alguns dos moradores descobriram um talento novo passaram a reconhecer o graffiti como uma arte visual.

opni4

Os integrantes do coletivo já participaram de grandes eventos e exposições que são referência de talento e aticismo arte-social. De acordo com eles, “O graffiti é uma forma de arte que dialoga com a população, podendo intervir positivamente na vida dos moradores.

Apesar de galerias e museus muitas vezes serem abertos ao público (gratuitos), suas obras não tem o mesmo poder de comunicação que o graffiti proporciona — o suporte destas obras não são as salas frias de um edifício, mas sim os muros das cidades, onde circula uma grande quantidade de pessoas. O OPNI ConVida acredita que esta arte se tornou uma alternativa para a valorização local e que viabiliza uma maior inserção social.

opni5

Através da arte urbana, o grupo produziu uma imagem da comunidade periférica atrelada à arte. Com isso, sensibilizaram os moradores e preservaram as obras, criando uma nova estética para a região. Essa transformação faz com que os indivíduos se tornem protagonistas da metamorfose. O reconhecimento do graffiti por boa parte dos moradores, principalmente pelos adolescentes, despertou novos rumos em prol da comunidade, que aceita novas ações ligadas à arte.

A arte urbana pode ser considerada uma alternativa de revitalizar os cenários da periferia. Uma das funções do graffiti é melhorar a relação do indivíduo com o local em que vive para que possa melhorar como cidadão, tornando-se mais atuante e consciente de seu papel na sociedade. Além disso, é importante que haja a preocupação destes cidadãos, orientados no sentido de tornar e manter o seu bairro mais prazeroso de se viver.”, comenta o grupo após o boa recepção do projeto.

No futuro, o coletivo tem ideais de ações no mesmo segmento, que ainda se encontram em fase de planejamento. O conceito inicial, no entanto, é de levar a experiência na comunidade Vila Flávia para outros lugares da Zona Leste e, posteriormente, para outras regiões de São Paulo e também do Estado.

O grupo OPNI possui uma trajetória de 16 anos com projetos sociais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s