Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Direto do Litoral Por Blog Praias, baladas, restaurantes e o que acontece de melhor no litoral de SP no verão

Temporal provoca queda de barreira na Anchieta e deixa a Baixada Santista alagada

A chuva esperada para cair na Baixada Santista durante vinte dias de janeiro desabou em apenas dez horas. A medição da Base Aérea de Santos registrou 133,6 milímetros das 19h de quinta-feira (22) até as 5h desta sexta-feira (23). Resultado: o temporal no litoral paulista provocou deslizamentos e alagou ruas e avenidas na Baixada Santista. O problema deixou a […]

Por Fábio Lemos Lopes Atualizado em 26 fev 2017, 19h15 - Publicado em 23 jan 2015, 08h09
As principais vias de acesso à Santos estão alagadas, provocando congestionamento na entrada da cidade (Foto: Reprodução)

As principais vias de acesso à Santos estão alagadas, provocando congestionamento na entrada da cidade (Foto: Reprodução)

A chuva esperada para cair na Baixada Santista durante vinte dias de janeiro desabou em apenas dez horas. A medição da Base Aérea de Santos registrou 133,6 milímetros das 19h de quinta-feira (22) até as 5h desta sexta-feira (23). Resultado: o temporal no litoral paulista provocou deslizamentos e alagou ruas e avenidas na Baixada Santista. O problema deixou a região praticamente ilhada, já que moradores e turistas enfrentam dificuldades para entrar ou sair dos municípios na manhã desta sexta-feira (23) por conta dos bloqueios e dos congestionamentos.

Durante o temporal de quinta-feira (22), a queda de uma barreira no quilômetro 44 da Rodovia Anchieta interditou o trecho de serra da pista norte. Após a limpeza, a via foi liberada por volta das 9h30 desta sexta-feira (23). No momento, apenas um trecho de 500 metros da faixa da esquerda segue bloqueado para a manutenção da área, mas os veículos já trafegam pela região.

O Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) trabalha no momento em operação normal. Mesmo assim, os motoristas ainda encontram dificuldades. A Rodovia dos Imigrantes está alagada na altura do quilômetro 66, no trecho urbano, em São Vicente. O trânsito no local foi desviado para o bairro, provocando lentidão.

+ Efeito Medina dá mais trabalho para guarda-vidas em Maresias

Em Santos, motoristas encontraram ruas e avenidas alagadas na noite dessa quinta-feira (Foto: Reprodução)

Em Santos, motoristas encontraram vias alagadas na noite de quinta-feira (Foto: Reprodução)

A pior situação acontece na entrada de Santos. Com o alagamento das avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima, o tráfego está complicado no local, provocando congestionamentos. Casosemelhante acontece com diversas ruas dos bairros que ficam na Zona Noroeste.

Os morros da cidade estão em estado de atenção. Na noite dessa quinta-feira (22), a Defesa Civil usou uma lona para fazer a contenção de uma barreira na Rua F do Morro do José Menino. Apesar disso, parte cedeu, causando um deslizamento. Ninguém ficou ferido. Situação semelhante aconteceu no Santa Terezinha, segundo o Corpo de Bombeiros.

Em Cubatão, o nível do Rio Pilões subiu, alagando casas que ficam no bairro com o mesmo nome. Alguns moradores precisaram deixar suas residências. Eles se abrigaram em uma igreja da área.

Continua após a publicidade
Publicidade