Clique e assine com até 89% de desconto
Delícia de Conta Por Comidinhas Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Projeto cria assinatura de cestas orgânicas para doação

Fundado em março, o Orgânico Solidário permite que autor da boa ação escolha qual será comunidade beneficiada com hortaliças e frutas livres de agrotóxicos

Por Gabrielli Menezes Atualizado em 18 Maio 2020, 18h14 - Publicado em 18 Maio 2020, 17h29

Um dos que projetos que ganharam vida em tempos de coronavírus, mas promete ir bem além desse momento de calamidade, é o Orgânico Solidário. A iniciativa leva cestas com alimentos frescos e orgânicos a pessoas em situação de vulnerabilidade ao mesmo tempo que dá força para os pequenos produtores que não utilizam agrotóxicos nas plantações.

Com uma pegada de startup no que diz respeito à inovação e potencial de crescimento, a plataforma, que conta com o apoio de empresas como Fazenda da Toca e Klabin, permite que as pessoas optem por uma assinatura solidária semanal ou mensal, além das usuais doações pontuais, cujo valor mínimo é de 45 reais, que corresponde a uma cesta.

Outro diferencial é que é possível escolher, entre as comunidades cadastradas, o local de destino dos alimentos. Quem quiser se engajar no projeto pode montar um núcleo com amigos, por exemplo, e estabelecer metas de arrecadações e doações para os participantes, uma espécie de doação mais personalizada, mas usando a logística do Orgânico Solidário.

Alimento frescos e orgânicos: vão de pequenos produtores a pessoas em situação de vulnerabilidade Rafael Vicente/Divulgação

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Criado menos de dois meses atrás, o programa sem fins lucrativos tem no site o relatório de transparência e a contagem em tempo real de suas ações. Até a manhã desta segunda (18), foram arrecadados cerca de 350 mil reais e mais de 7 000 kits de frutas e hortaliças, entregues em 64 comunidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis. Na capital paulista, estão entre os beneficiados associações do Jardim Colombo, na Zona Sul, e do Jardim Pantanal, na Zona Leste.

Continua após a publicidade

“A ideia nasceu com a pandemia, mas não vai acabar quando ela passar. Nosso desafio é manter a recorrência das entregas e expandir o olhar. Por que a comunidade não poderia ser produtora de sua própria comida, por exemplo? Podemos colocar uma semente nas cestas”, diz, empolgado, Aziz Constantino, que trabalha com posicionamento de negócios e carreiras, e fundou a Orgânico Solidário junto de cinco amigos de áreas diversas. “Levamos o projeto como negócio. Se não, a relação é parcial e o resultado é parcial também”, garante Constantino.

View this post on Instagram

Seja bem-vinda a essa corrente do bem, @belagil! Estamos muito alegres de poder contar com o seu apoio. Faça como a Bela e ajude o Orgânico Solidário compartilhando esse vídeo e fazendo a sua doação no nosso site.

A post shared by Orgânico Solidário (@organicosolidario) on

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Continua após a publicidade
Publicidade