Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Cidade das Crianças Por Blog Os melhores programas para crianças e família espalhados por São Paulo. Por Maria Alice Prado (maria.alice@abril.com.br)

Quais foram as três peças infantis mais assistidas em 2019?

Todas elas receberam mais de 15 mil espectadores

Por Alice Padilha Atualizado em 5 fev 2020, 13h36 - Publicado em 20 dez 2019, 06h00

> 28 434 pessoas viram Peter Pan, de Billy Bond, no Teatro Bradesco. A adaptação do clássico conta a história de Peter Pan (Matheus Ueta), um garoto que se recusa a crescer. Acompanhado da fada Sininho, ele apresenta aos irmãos Wendy, Michael e John a Terra do Nunca, um lugar mágico onde ninguém envelhece. A magia, no entanto, perde espaço para um roteiro frágil, em que personagens abandonam planos subitamente e piadas que ficam deslocadas no clássico. O musical não voltará em 2020, mas Bond está em cartaz com Natal Mágico, até segunda (23).

Will Siqueira/Divulgação

> 16 650 espectadores conferiram O Pequeno Príncipe, de Ian Soffredini, no Teatro Folha. O espetáculo conta a história do menino de cabelos dourados que mora no pequeno asteroide B-612. Em busca de aventuras, o príncipe parte em uma jornada desconhecida quando pega carona com um bando de pássaros. O garoto acaba passeando por diversos planetas e conhece personagens cômicos, como um rei ambicioso, o bêbado e um palhaço carente de atenção. A peça retorna em 14 de março e fica em temporada até 31 de maio.

Divulgação/Divulgação

> 15 399 crianças e adultos prestigiaram Circo da Turma da Mônica — Brasilis, de Mauro Sousa, no Teatro Opus. A peça é uma viagem colorida às raízes das culturas portuguesa, indígena e africana que formam o Brasil. Quem conduz o passeio de Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento é a Vó Dita (Fafy Siqueira). Os personagens interagem com bailarinos e conquistam a plateia mirim com as dancinhas, embaladas pelo vozeirão de Paula Lima e pela bateria potente do Olodum. Há planos para que a peça retorne reformulada.

Continua após a publicidade

Publicidade