Clique e assine com até 89% de desconto
Cine Vejinha Por Blog Tudo sobre cinema, estreias e os melhores filmes

35ª Mostra: conheça os vencedores do festival

Apesar de ter programação extra por mais uma semana, a 35ª Mostra Internacional de Cinema terminou oficialmente nesta quinta (3), com a exibição de “Fausto”, de Aleksandr Sokurov, e com o anúncio dos vencedores dos prêmios concedidos pelo júri e pelo público. + Leia tudo sobre a 35ª Mostra Internacional de Cinema + Faça sua […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 12h53 - Publicado em 4 nov 2011, 17h23

“Era Uma Vez na Anatólia”: longa recebeu o Grande Prêmio da Crítica na 35ª Mostra

Apesar de ter programação extra por mais uma semana, a 35ª Mostra Internacional de Cinema terminou oficialmente nesta quinta (3), com a exibição de “Fausto”, de Aleksandr Sokurov, e com o anúncio dos vencedores dos prêmios concedidos pelo júri e pelo público.

+ Leia tudo sobre a 35ª Mostra Internacional de Cinema
+ Faça sua programação para a semana da repescagem com a nossa ferramenta

O júri elegeu como os melhores do festival o documentário “Marathon Boy” e os longas “Era Uma Vez Na Anatólia” (Grande Prêmio da Crítica)  e “Respirar” (Melhor Filme). Já o voto do público foi para os documentários brasileiros “Raul – O Início, o Fim e o Meio” e “Vai-Vai: 80 Anos nas Ruas”, e para o norte-americano “Batidas, Rimas & Vida: As Viagens de A Tribe Called Quest”. Entre as ficções mais bem-avaliadas pelo público,  o nacional “Teus Olhos Meus”, de Caio Sóh, e o francês “Frango com Ameixas” foram os premiados.

Continua após a publicidade

O prêmio Itamaraty, por sua vez, que é concedido pelo Ministério das Relações Exteriores, elegeu “Raul – O Início, o Fim e o Meio” como melhor documentário e “Eu Receberia As Piores Notícias dos seus Lindos Lábios” como melhor longa nacional de ficção. O cineasta Hector Babenco também foi homenageado pelo conjunto de sua obra.

Confira abaixo a lista completa de premiados:
Troféu Bandeira Paulista 2011
Prêmio do Júri – Melhor Documentário: “Marathon Boy”, de Gemma Atway
Prêmio do Júri – Melhor Filme: “Respirar”, de Karl Markovics
Prêmio do Júri – Melhor Ator: Thédór Júliusson, por “Vulcão”
Prêmio do Júri – Melhor Atriz: Alina Levshin, por “Combat Girls”
Prêmio Especial da Crítica – “Sábado Inocente”, de Alexander Mindadze
Grande Prêmio da Crítica – “Era Uma Vez na Anatólia”, de Nuri Bilge Ceylan

Prêmio do Público
Melhor Documentário Brasileiro: “Raul – O Início, o Fim e o Meio” de Walter Carvalho e “Vai-Vai: 80 Anos nas Ruas”, de Fernando Capuano
Melhor Documentário Internacional: “Batidas, Rimas & Vida: As Viagens de A Tribe Called Quest”, de Michael Rapaport.
Melhor Longa de Ficção Brasileiro: “Teus Olhos Meus”, de Caio Sóh
Melhor Filme de Ficção Internacional: “Frango com Ameixas”, de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud
Prêmio da Juventude: “Uma Incrível Aventura”, de Debs Gardner-Paterson

Prêmio Itamaraty
Prêmio Aquisição Canal Brasil – Melhor Curta-Metragem: “A Casa da Vó Neyde”, de Caio Cavechini
Melhor Curta Metragem: “Cine Camelô”, de Clarissa Knoll
Melhor Documentário Brasileiro: “Raul – O Início, o Fim e o Meio”, de Walter Carvalho
Melhor Longa de Ficção Brasileiro: “Eu Receberia As Piores Notícias dos seus Lindos Lábios”, de Beto Brant e Renato Ciasca
Conjunto da Obra: Hector Babenco

Prêmio Humanidade Leon Cakoff
Atom Egoyan e Mohsen Makhmalbaf

Continua após a publicidade
Publicidade