Clique e assine por apenas 6,90/mês
Ricky Hiraoka - BaladaSP Por Blog O melhor da noite paulistana, por Ricky Hiraoka

Os detalhes da nova festa da Trackers

Neste domingo, São Paulo ganha uma nova festa: a Stapafúrdya, que rolará na Trackers a partir das 20 horas. A balada terá duas pistas: uma de música eletrônica, a House Of Madame Satã, e outra de música brasileira, Party Monster de Caruaru. “Queremos misturar influências rítmicas que variam dos swings quentes tropicais, afro-samba, tecno-macumba, batidas […]

Por Ricky Hiraoka - Atualizado em 26 fev 2017, 23h31 - Publicado em 20 nov 2013, 21h06
Coletivo Bioma: responsável por performances sonoras e experimentos multimídias na Stapafúrdya

Coletivo Bioma: responsável por performances sonoras e experimentos multimídias na Stapafúrdya

Neste domingo, São Paulo ganha uma nova festa: a Stapafúrdya, que rolará na Trackers a partir das 20 horas. A balada terá duas pistas: uma de música eletrônica, a House Of Madame Satã, e outra de música brasileira, Party Monster de Caruaru. “Queremos misturar influências rítmicas que variam dos swings quentes tropicais, afro-samba, tecno-macumba, batidas de tambor a música eletrônica, disco e house”, conta Alex Bartelli, um dos organizadores.  A Stapafúrdya não poupou a criatividade para cativar os baladeiros em sua primeira edição. Entre atrações estão o Coletivo Bioma, que promoverá performances sonoras e experimentos multimídias, cantora lirica divagando suas operetas pelos corredores e um ator especialista em fazer massagem aborígine, que será realizada com técnicas de shiatsu e reflexologia, utilizando-se trilhas étnicas africanas em uma sala preparada dentro da balada. No line-up estão Paulo Tessuto, da D-Edge, João Paes, do Bar Secreto, Kim Cotrim, da Levada da Maré, DJ Tudo, do Selo Mundo Melhor, MadBlush, de Porto Alegre, e Catarina Dee Jah, de Olinda. “Procuramos reunir o que há de melhor da cena underground, pop e criativa que está rolando pelo Brasil”, complementa Bartelli.

Publicidade