Clique e assine por apenas 5,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Dupla OSGEMEOS cria estampa para máscaras de proteção

Mais de 100 000 acessórios foram confeccionados em parceria com a Pinacoteca e serão doados a comunidades em todo o Brasil

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 30 jul 2020, 12h12 - Publicado em 30 jul 2020, 12h11

Um multidão de pequenos mascarados, na qual é possível ver profissionais de saúde, toma o pequeno tecido que protege bocas e olhos em tempos de pandemia de covid-19. A estampa dessa máscara foi criada especialmente pela dupla dos artistas OSGEMEOS. Faz parte de uma ação solidária, tocada junto à Pinacoteca e que tem como saldo a doação de 100 000 acessórios de proteção a comunidades em diferentes partes do Brasil.

A primeira etapa da ação social contemplou comunidades indígenas e teve parceiros, a exemplo da Associação das Mulheres Sateré Mawé, baseada em Manaus, e a Fundação Almerinda Malaquias, na cidade de Novo Airão, também no estado do Amazonas.

View this post on Instagram

MÁSCARAS PARA PROTEÇÃO UNIDOS CONTRA COVID 19 / 2020. Projeto criado por #osgemeos, máscaras produzidas por: @rossettextil projeto 100% social. Apoio: @pinacotecasp Primeira etapa do projeto entregue. Parceiros: FAM @fundacaoalmerindamalaquias Comunidade Sobrado, Associação das Mulheres Sateré Mawé @amism_sateremawe , Centro de Medicina Indígena BAHSERIKOWI @centrodemedicinaindigena , Mirante do Gavião @mirantedogaviao @caxiri_amazonia e Ruy Tone. Seguimos o projeto na região Norte do Brasil em parceria com várias frentes, entre elas a EDS (Expedicionários da Saúde) e União Amazônia Viva DISTRIBUIÇÃO GRATUITA, projeto de ação social de apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade. Mais de 100 mil máscaras !! #usemascara A ação está sendo realizada com os devidos cuidados ao combate da COVID-19. 👉🏼 VENDA PROIBIDA DAS MÁSCARAS Todos os direitos reservados. 🌱🌱🌱🌱🌱🌱🌱 Masks for protection agains Covid-19, 👉🏼NOT FOR SALE. This is a social project for people in vulnerable situations🙏🏻 #indigenas #amazonia #comunidades #covid19 #2020

A post shared by osgemeos (@osgemeos) on

Em São Paulo, o movimento também começou e 20 0000 pessoas em situação de vulnerabilidade social devem receber os acessórios por meio da distribuição tocada pelo espaço cultural Casa do Povo, o Instituto YBI de Fomento Sociocultural e a própria Pinacoteca. 

Em tempo, não há ainda previsão de abertura da exposição da dupla OSGEMEOS na Pinacoteca. A mostra, que traz “segredos” dos irmãos do Cambuci teve sua abertura em 28 de março adiada, com a escalada de casos de coronavírus na cidade.

Continua após a publicidade
Publicidade