Clique e assine por apenas 5,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Livro do IAC celebra noventa anos de nascimento de Sergio Camargo

Falecido em 1990, o escultor carioca tinha no cilindro a unidade mínima de suas criações

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 8 out 2020, 16h21 - Publicado em 9 out 2020, 06h00

A publicação Mis Piedras, Sergio Camargo: Ateliês 1950-1990 (152 páginas, R$ 90,00), lançada pelo Instituto de Arte Contemporânea (IAC), celebra noventa anos de nascimento do escultor carioca, que faleceu em 1990. Ele tinha no cilindro a unidade mínima de suas criações. Estão reunidas ali fotos de três ateliês — no Rio, em paris e na cidade de Massa, na itália —, além de estudos para obras.

Nos comentários do artista, também presentes, entende-se como ele via seu ofício: “Agora, o que eu olho, o que eu vejo, de que maneira eu sinto as coisas que me rodeiam, que coisas eu sinto? Tudo isso, enfim, tudo se revela através da obra”.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 14 de outubro de 2020, edição nº 2708

Continua após a publicidade
Publicidade