Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Casa do Povo arrecada óleo de cozinha, alimentos não perecíveis e roupas

Entre as ações sociais do centro cultural também está a criação de uma frente com cerca de 76 costureiras para a produção de máscaras de tecido

Por Tatiane de Assis Atualizado em 10 jul 2020, 14h32 - Publicado em 10 jul 2020, 06h00

O centro cultural Casa do Povo, no bairro do Bom Retiro, ampliou suas ações sociais durante a pandemia. Entre as atividades promovidas junto aos vizinhos, há a produção de sabão caseiro para distribuição em centros de acolhida e a moradores de rua. O item é feito graças à doação de potes de sorvete limpos e óleo de cozinha (usado, novo ou vencido), recebida de segunda a sábado, das 11h às 17h. Nesses dias e horários também são coletados alimentos não perecíveis e roupas de frio destinados a famílias que moram na região e estão em situação de vulnerabilidade social.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Com foco na geração de renda, foi criada uma frente com cerca de 76 costureiras para a produção de máscaras de tecido. Os acessórios de proteção podem ser adquiridos pelo email voluntariado@casadopovo. org.br. “Os tecidos são doados por empresas. As costureiras fazem as máscaras e determinam o valor. Nós as compramos ou ajudamos na venda”, explica o curador e gestor cultural da Casa do Povo, Benjamin Seroussi.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 15 de julho de 2020, edição nº 2695. 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade