Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Mostra online de Ayoung Kim une ficção científica, fé e catástrofes

A obra da artista sul-coreana fala sobre temas como as histórias da origem do mundo, distopias futuristas e o apocalipse

Por Tatiane de Assis Atualizado em 19 fev 2021, 00h54 - Publicado em 19 fev 2021, 06h00

O Videobrasil abriga em seu site uma mostra individual com oito vídeos da artista sul-coreana Ayoung Kim. Para quem não é versado na produção dela, uma entrevista, com pouco mais de vinte minutos, ajuda. Se a explicação de cada obra exibida deixa a peça audiovisual às vezes repetitiva e sem ritmo, o resultado final, entretanto, é positivo. Isso porque, a partir do compilado, compreende-se que a produção de Kim toca em questões como a gênese do universo, o apocalipse na Terra e os fluxos migratórios. Tudo isso com um tom de ficção científica, que bebe também da literatura.

No trabalho In Search of Petra Generix (2019), vemos o registro de uma performance, parte da série Porosity Valley. A personagem principal da obra é, como já aponta o título, Petra Generix, que surge assim descrita: “Ela é a memória de um médium que armazena lembranças humanas em seus poros. Enfrenta vários problemas no mundo real, inimagináveis para um ser divino, tornando- se, por exemplo, sujeita a um processo de imigração.

Numa entrevista, o guardião (entrevistador) investiga se ela está adequada para a migração ou se carrega algum vírus que ameace à plataforma”. Complexo? Sim, mas considerando que estamos há quase um ano em quarentena, melhor embarcar na viagem e, quem sabe, pescar algumas dicas para a nossa ficção científica de cada dia. Acesse em videobrasil.online/

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 24 de fevereiro de 2021, edição nº 2726

  • Continua após a publicidade
    Publicidade