Clique e assine por apenas 6,90/mês

Therese D.

VejaSP:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Audrey Tautou ficou marcada por personagens simpáticas e samaritanas, como nos fofos O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001) e Uma Doce Mentira (2010). Por isso, sua atuação de poucos sorrisos é uma  das surpresas deste drama extraído do clássico Thérèse Desqueyroux, de François Mauriac (1885-1970). Audrey interpreta Therese Larroque. Na França rural de 1928, essa jovem ambiciosa deixa de lado os sentimentos e se casa por interesse com o irmão de sua melhor amiga, apenas para agregar as terras de ambas as famílias. Bernard Desqueyroux (Gilles Lellouche) mostra-se um marido correto e pai amoroso. Therese, no entanto, não dá a mínima para a filha e passa as horas fumando e lamentando-se da vida besta que escolheu. A solução para uma guinada vem de um medicamento tomado diariamente por Bernard. O realizador Claude Miller traz à  tona uma personagem singular – uma anti-heroína amarga e maquiavélica de quem o espectador  não sente compaixão. Levada por uma direção sóbria e elegante, a história capta os motivos que  transformaram Therese num poço de ressentimentos. Estreou em 05/04/2013.

    info
  • Direção: Claude Miller
  • Duração: 110 minutos
  • Recomendação: 14 anos
  • País: França
  • Ano: 2012
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.