Clique e assine por apenas 6,90/mês

Serra pelada

VejaSP:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

A competente produção de época e o trabalho dos atores sobressaem nessa visão do diretor Heitor Dhalia (À Deriva) para o maior garimpo da história. Serra Pelada foi recriada com ricos detalhes, incluindo imagens de arquivo e até cenas de Os Trapalhões na Serra Pelada, de 1982. No drama, que tem início em 1980, os amigos de infância Juliano (Juliano Cazarré) e Joaquim (Júlio Andrade) saem de São Paulo em busca de ouro no sul do Pará. Embora inseparáveis, eles não possuem muitas coisas em comum. Juliano, ex-boxeador, resolve os problemas com os miolos quentes, enquanto o reservado Joaquim perdeu o emprego de professor e, certinho, tem uma esposa à espera do primeiro filho. Não demora muito para eles comprarem o próprio espaço de exploração e contratar garimpeiros para  o serviço pesado. A riqueza, contudo, vai causar uma traumática separação. Além da fulgurante interpretação de Cazarré (em um de seus melhores momentos no cinema), Sophie Charlotte mostra-se um arraso de sensualidade na pele de uma ex-prostituta. Sem arriscar numa visão mais autoral, Dhalia, também um dos roteiristas, faz um filme comedido na ambição e redondo no acabamento. Estreou em 18/10/2013.

    info
  • Direção: Heitor Dhalia
  • Duração: 104 minutos
  • Recomendação: 14 anos
  • País: Brasil
  • Ano: 2013
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.