O Rei do Show

Tipos de Gêneros dramáticos: Cinebiografia, Musical
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Moulin Rouge (2001), Chicago (2002) e La La Land (2016) são musicais deste século que conseguiram modernizar o gênero, muito popular nas décadas de 40 e 50. O Rei do Show embarca na seara tentando fisgar o público jovem com uma trilha sonora pop e canções românticas. A música causa um delicioso estranhamento para uma história ambientada em meados do século XIX. Trata-se aqui da trajetória de Phineas Taylor Barnum (1810-1891), lendário empresário do ramo do entretenimento, interpretado com gosto por Hugh Jackman (no centro da foto). Filho de um alfaiate e vivendo na miséria desde a infância, Phineas se casa com uma aristocrata (Michelle Williams) sob a reprovação da família dela. Em Nova York, já com duas filhas, o visionário ambicioso faz empréstimo bancário para comprar um museu. Mas amarga um fracasso. Tem, então, uma ideia arriscada: montar um espetáculo com “aberrações”, como, naquela época, eram chamados anões, siameses, albinos… Explorando o exotismo de seus artistas, P. T. Barnum começa a ganhar muito dinheiro. É provável que o roteiro tenha licenças, afinal estamos no terreno da magia do cinema e, sobretudo, do musical, onde, em muitas cenas, os personagens não falam — eles cantam. Além das qualidades visuais, o filme aborda dois temas atuais na intenção de frear o racismo e a intolerância: O Rei do Show dá visibilidade aos “excluídos” e aborda um amor inter-racial entre os personagens de Zac Efron (sócio de Barnum) e Zendaya (a trapezista). Direção: Michael Gracey (The Greatest Showman, EUA, 2017, 105min). 12 anos. Estreou em 21/12/2017.

    info
  • Direção: Michael Gracey
  • Duração: 139 minutos
  • Recomendação: 12 anos
  • País: EUA
  • Ano: 2017
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s