Gêmeos, Preto e Branco

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Tatiane de Assis

O gaúcho Flávio Damm é um dos grandes nomes do fotojornalismo brasileiro. Em Gêmeos, Preto e Branco, na Marcelo Guarnieri, estão em exibição cerca de cinquenta fotos de sua autoria produzidas desde a década de 50 até os anos 2000. O catálogo O Portinari que Ninguém Nunca Viu, composto de uma série de imagens do pintor, morto em 1962, integra a seleção. Há também o famoso retrato de uma prostituta de cabelos volumosos em Salvador (BA), produzido em 1966. Para conhecer mais sobre o artista, reserve 25 minutos para acompanhar na íntegra o documentário do paulistano Eduardo Barcellos sobre o método de trabalho de Damm. Mesmo com os avanços tecnológicos, por exemplo, ele continua a criar imagens em preto e branco e nem por milagre faz uso de programas de edição como o Photoshop. A observação atenta e o acaso são dois de seus grandes aliados. Seus trabalhos nascem de situações efêmeras captadas, como a da figura solitária entre as mesas (acima), que invariavelmente fisgam a atenção do público. Até sábado (25).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s