Farnese de Andrade

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Juliene Moretti

Na década de 60, Farnese de Andrade desenvolveu objetos curiosos que se tornaram suas obras mais conhecidas. Mas a mostra, de setenta itens, foca também sua origem de gravador e desenhista. “Nas gravuras, ele usava uma técnica que guardava em segredo e que aqui será mostrada”, diz a curadora Denise Mattar. As peças tridimensionais, feitas de lixo e descartes, também estarão lá. Até 25 de maio.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s