Emanoel Araujo, a ancestralidade dos símbolos: África-Brasil

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Tatiane de Assis

O Masp traz uma mostra com setenta obras do artista baiano Emanoel Araújo, também curador do Museu Afro Brasil. Muitas delas remetem a divindades de religiões afro-brasileiras. Quem busca a figura de Iemanjá plácida, no mar, vai se desapontar. Araújo dá um nó na cabeça dos visitantes ao processar essas referências de outro modo, com formas geométricas e uso de madeira e miçangas. Na foto à direita, Gravura de Armar (1972). Masp.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s