Conflitos

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Tatiane de Assis

O Instituto Moreira Salles revisita revoluções e motins ocorridos no Brasil de 1889 a 1964 em Conflitos. No conjunto de 330 itens, distribuídos em três núcleos, estão registros da Guerra de Canudos, iniciada em 1896, e das manifestações populares realizadas após o suicídio de Getúlio Vargas (à dir., 1954), por exemplo. Depois de conferir o conjunto selecionado pela curadora catarinense Heloisa Espada, fica difícil sustentar a ideia de o Brasil ser um país de povo passivo. Junto com as narrativas dos motins, há a história da fotografia em território nacional. Os cliques mais antigos trazem as limitações de deslocamento das câmeras, enquanto os mais recentes têm planos ousados, permitidos pelos equipamentos portáteis. Até 29 de julho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s