Humor

3. 'Trair e Coçar... É Só Começar': espetáculo em cartaz há vinte anos

A comédia é parada obrigatória para quem chega a São Paulo

Por: Dirceu Alves Jr. e Giovana Romani - Atualizado em

3. 'Trair e Coçar... É Só Começar': espetáculo em cartaz há vinte anos Foto 2
Sylvio Tolledo e Anastácia Custódio: recorde de trapalhadas (Foto: Fábio Sereti)

Tem o Masp, o Parque do Ibirapuera, a Estação da Luz e também ‘Trair e Coçar... É Só Começar’. “O espetáculo já virou ponto turístico, e as pessoas que chegam a São Paulo nos veem como programa obrigatório.” A afirmação é da atriz Anastácia Custódio, de 43 anos, que há cinco interpreta a empregada Olímpia na comédia de Marcos Caruso dirigida por Attílio Riccó. Lançada no Rio de Janeiro em 1986, a peça chegou ao Teatro Maria Della Costa, na Bela Vista, em agosto de 1989, e jamais saiu de cartaz, passando por vários palcos. Por aqui, foram 4 milhões de espectadores em 9 000 apresentações. Desde janeiro no Teatro Raul Cortez, não reúne menos de 400 pessoas por sessão. No que depender da equipe, a história da doméstica que envolve os patrões em mirabolantes histórias de adultério não sairá de cena tão cedo. No ano passado, o diretor Alexandre Reinecke foi chamado para dar uma repaginada na montagem, e o músico Miguel Briamonte criou uma nova trilha sonora. “É um trabalho contínuo, toda noite corrigimos alguma falha”, conta Anastácia.

Fonte: VEJA SÃO PAULO