Grafite

São Paulo ganha museu de arte urbana a céu aberto

Artistas fizeram 66 painéis em pilastras na Avenida Cruzeiro do Sul, em Santana

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Museu de Arte Urbana a Céu Aberto
MAUU: após serem presos, artistas voltam a grafitar, desta vez com permissão (Foto: Divulgação)

Em abril deste ano, 11 grafiteiros foram presos enquanto pintavam pilastras da Avenida Cruzeiro do Sul, em Santana. Após a detenção, a Secretaria do Estado da Cultura decidiu dar autorização para que os artistas fizessem intervenções por ali, o que resultou no primeiro Museu Aberto de Arte Urbana de São Paulo (MAAU).

+ Museu do Minhocão reúne grafites em espécie de galeria virtual

+ Doze museus curiosos em São Paulo + Projeto Quixote cria "viciados" em grafite

Foram pintados ao todo 66 painéis nas 33 pilastras que ficam entre as estações de metrô Tietê e Santana. Os trabalhos estão sendo produzidos por membros do “Coletivo PHA”, entre eles os grafiteiros Chivitz, Binho Ribeiro, Akeni, Minhau e Presto.

O projeto pretende revitalizar a área e incentivar o interesse dos jovens pela arte. Para isso, os responsáveis pelas intervenções darão orientação a membros das escolas da região, para enfatizar a importância do grafite também na educação da garotada.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO