Mundo dos shoppings

Saiba como foram avaliados os banheiros dos principais shoppings de São Paulo

Até bem pouco tempo atrás, os banheiros em shoppings eram básicos, para homens e mulheres, sem grandes frufrus. Agora são bem decorados, mais espaçosos e com conceitos diferentes. Os chamados familiares, por exemplo, põem fim ao drama daquele pai que está passeando com a filha pequena. Novas ou antigas, as instalações precisam acima de tudo estar limpas, tinindo. Isso nem sempre acontece

Por: - Atualizado em

Morumbi

Avaliação: excelentes (5 pontos)

Novos e bem cuidados. Funcionários mantêm os pisos limpos e os ambientes perfumados. No setor expandido do shopping, os banheiros são maiores e têm um hall decorado com quadros e plantas. Ao todo, são onze banheiros masculinos, doze femininos, um familiar, um fraldário e um para pessoas com deficiência.

Pátio Higienópolis

Avaliação: muito bons (4 pontos)

Ótima aparência, equipamentos bem conservados e funcionários atentos à limpeza. A estrutura inclui nove banheiros masculinos, doze femininos, sete para pessoas com deficiência, um familiar e um fraldário.

Anália Franco

Avaliação: bons (3 pontos)

O banheiro na praça de alimentação (piso Tulipa) é o mais novo e o mais limpo de todos. Em três andares de lojas, os freqüentadores encontram oito sanitários masculinos, oito femininos, dois exclusivos para pessoas com deficiência, um familiar e um fraldário.

Aricanduva

Avaliação: razoáveis (2 pontos)

Boa aparência e equipamentos bem cuidados. Já a limpeza poderia ser melhor. São treze banheiros masculinos, catorze femininos e um infantil – todos equipados com cabines para pessoas com deficiência.

Villa-Lobos

Avaliação: bons (3 pontos)

Não são novos, mas a manutenção dos equipamentos é boa. Os quatro andares de lojas somam quatro banheiros masculinos, quatro femininos, um exclusivo para pessoas com deficiência e três familiares. Projetado pela decoradora Vanessa Guimarães, o fraldário, que passou por recente reforma, é muito confortável. Supera com larguíssima vantagem seus concorrentes.

Ibirapuera

Avaliação: bons (3 pontos)

Equipamentos em bom estado, com funcionários atentos à limpeza. Os quatro andares de lojas têm dez banheiros masculinos e dez femininos. Desse total, doze oferecem cabines adaptadas para deficientes. Para os bebês, um fraldário.

Center Norte

Avaliação: razoáveis (2 pontos)

Alguns são antigos e maltratados, com azulejos e equipamentos velhos. Outros, mais novos e de boa aparência. Nos dois casos, a limpeza deixa a desejar. O shopping tem seis banheiros masculinos, seis femininos, quatro exclusivos para pessoas com deficiência e um fraldário.

Iguatemi

Avaliação: bons (3 pontos)

Revestidos com mármore, os banheiros são antigos. Não combinam com o perfil do shopping. A limpeza poderia ser melhor. Os três andares de lojas reúnem seis banheiros masculinos (um deles equipado para deficientes), seis femininos (três deles adaptados para deficientes), um familiar, um exclusivo para pessoas com deficiência e um fraldário acanhado.

Eldorado

Avaliação: razoáveis (2 pontos)

Em bom estado, com funcionários atentos à limpeza. O shopping tem seis banheiros masculinos, seis femininos, seis exclusivos para pessoas com deficiência, um familiar e um fraldário. Parece não ser suficiente. Nos fins de semana, as filas nos banheiros femininos são constantes.

West Plaza

Avaliação: razoáveis (2 pontos)

A toalha de papel acionada por sensor contrasta com equipamentos antigos, como a tampa do vaso sanitário. Enquanto a reforma não começa, é recomendável melhorar a limpeza. Nos blocos, o cliente encontra dez banheiros masculinos, dez femininos, um familiar (com fraldário) e oito cabines adaptadas para pessoas com deficiência.

Fonte: VEJA SÃO PAULO