Mistérios da Cidade

Restaurante Antiquarius fecha as portas

Referência da culinária lusitana, com 22 anos de atividade, a casa encerrou as atividades no Natal e deixou cerca de cinquenta funcionários sem saber se será reaberta

Por: Maurício Xavier [com reportagem de Carolina Giovanelli e Mariana Barros]

Antiquarius
Tradição: restaurante Antiquarius em foto de 1991 (Foto: Juvenal Pereira)

O almoço de Natal foi a derradeira refeição servida pelo restaurante Antiquarius, cujo tradicional menu incluía opções como o bacalhau à washington olivetto, em homenagem ao publicitário e cliente assíduo. Referência da culinária lusitana, com 22 anos de atividade, a casa fechou as portas e deixou cerca de cinquenta funcionários sem saber se será reaberta. Caso retome as atividades, o nome será outro, pois uma decisão judicial restringiu o uso da marca à matriz carioca do estabelecimento.

O endereço da Alameda Lorena era uma filial do original, fundado pelo português Carlos Perico e administrado por ele e sua filha Maria Eduarda. Com a morte dela, em 2008, quem assumiu a gestão paulistana foi o viúvo, Thales Martins Filho, dando início a rusgas com o sogro e a atrasos de salários e aluguel. Em agosto, o restaurante passou a ser dirigido por Rui Rodrigues, dono do Dom Afonso, de Sorocaba.

Fonte: VEJA SÃO PAULO