Receitas - prato principal

Receita de carne-seca com batata-doce do Brasil a Gosto

A chef Ana Luiza Trajano, do restaurante Brasil a Gosto, ensina a preparar carne-seca com batata-doce. O prato leva o sabor marcante da manteiga de garrafa

Por: Marcela Besson - Atualizado em

  

Ingredientes

160g de carne-seca desfiada grosseiramente

30g de cebola cortada em fatias finas

30g de tomate cortado em cubos (sem pele e sem semente)

5g de cebolinha picada

Sal e pimenta-do-reino a gosto

20ml de manteiga de garrafa

Modo de preparo

Preparo

Deixe a carne-seca de molho de um dia para o outro em água fria para tirar o excesso de sal. Depois desse período, cozinhe a carne até que fique macia. Isso pode levar de 4 a 5 horas. Em seguida, desfie tirando a gordura extra e reserve.

Cozinhe a batata-doce até que fique al dente. Retire a casca e corte-a na vertical, em fatias com mais ou menos um dedo de largura. Em uma frigideira pré-aquecida, coloque duas colheres de manteiga de garrafa e frite as fatias de batata-doce, dourando-as dos dois lados. Em outra frigideira, coloque 5ml de manteiga de garrafa e doure a carne-seca desfiada com a cebola. Acrescente o tomate em cubinhos e a cebolinha

Montagem

Em um prato, acomode a carne-seca de um lado e do outro as fatias de batata-doce. Regue a carne com um pouco de manteiga de garrafa e sirva.

*(mais o tempo para dessalgar e cozinhar a carne e cozinhar a batata)

Sobre o Brasil a Gosto

Mostrar um país de inusitados sabores é a meta da chef e proprietária Ana Luiza Trajano. Em vez de se ocupar do resgate de pratos originais, ela usa a base existente para elaborar suas próprias criações. Sob a inspiração do Nordeste, além da carne-seca com batata-doce, a cozinheira faz um beijuzinho crocante de tapioca com creme de siri e coco e um badejo em posta alta tem crosta de baru, uma castanha típica do cerrado. De guarnição, recebe um cremoso purê de banana-da-terra. (Por Analdo Lorençato)

Onde comprar

Ceagesp

É responsável por abastecer quase toda a cidade. Além do atacado, também atende aos consumidores finais. Perambular pelas centenas de bancas de frutas, temperos, verduras e legumes é um bom programa para fazer aos sábados (7h às 12h30) e domingos (7h às 13h), entrada pelo portão 3. Às quartas (16h às 22h), entrada pelo portão 7.

Avenida Dr. Gastão Vidigal, 1946, Vila Leopoldina, 3643-3700

Mercado Municipal

Dispensa apresentações, certo? Lá é possivel encontrar desde produtos de empório e açougue até frutas exóticas vindas de todo o canto do mundo. Funciona de segunda a sábado, das 6h às 18h e, no domingo, até às 16h.

Rua da Cantareira, 306, centro, 3228-0673

Fonte: VEJA SÃO PAULO