Urbanismo

Os pontos fracos de Alphaville

Confira cinco problemas do bairro e as soluções para resolvê-los

Por: Catarina Arimatéia - Atualizado em

Alameda Rio Negro - 2210a
Fim da tarde de segunda (21): tráfego intenso na Alameda Rio Negro, uma das principais da região (Foto: Agliberto Lima)

1. Saneamento básico

Uma das queixas dos moradores é a falta de tratamento de esgoto em alguns residenciais. Segundo a Sabesp, estão sendo investidos 27,1 milhões de reais, 4 milhões deles na instalação do coletor-tronco Garcia, no Córrego do Garcia. Como parte da terceira etapa do Projeto Tietê, cuja meta é melhorar a qualidade da água do rio, o bairro deve receber melhorias no valor de 16,1 milhões de reais.

+ Tudo sobre Alphaville

2. Acessibilidade

Com exceção da Alameda Rio Negro, as demais ruas e avenidas não contam com acessos que facilitem a locomoção de portadores de deficiência física. “No aspecto da inclusão social, essa é uma questão fundamental a resolver em Alphaville”, diz o cadeirante Edson Alba, 51 anos, ex-piloto da Transbrasil e morador do bairro.

3. Trânsito

É quase unanimidade entre os moradores, quando questionados sobre o maior problema da região. A prefeitura de Barueri promete erguer neste ano uma nova passagem sobre o Rio Tietê — com 600 metros de extensão, ligando a Aldeia de Barueri a Alphaville — para diminuir os congestionamentos na Ponte Antônio Macedo Arantes. A passagem subterrânea que está sendo finalizada entre a Praça Oiapoque e a Igreja Nossa Senhora de Lourdes também deve reduzir o tráfego no horário de pico. E, até 2012, está prevista a construção de um novo viaduto sobre a Rodovia Castelo Branco.

4. Verticalização

O surgimento de novos prédios tem impacto no aumento da população, que subiu de 30.514 para 43.521 em dez anos. Além disso, faz os moradores temer pela redução na arborização. O efeito colateral é negado pelo gerente-geral da Associação Residencial e Empresarial, Leonardo Rodrigues da Cunha: “As áreas verdes são predeterminadas no loteamento e permanecem intocáveis”.

5. Vida noturna

Existem raras opções de diversão noturna em Alphaville. Em fevereiro, foi inaugurada a Venue, em Santana de Parnaíba, com investimento de 30 milhões de reais. O espaço abriga festas de formatura e, a partir de 28 de abril, receberá espetáculos. A cantora Rita Lee negocia para fazer o show de abertura. Ed Motta e Leo Maia devem se apresentar no dia 30.

Fonte: VEJA SÃO PAULO