Internacional

'Pensei no meu filho', diz policial que carregou menino sírio nos braços

O turco Mehmet Ciplak revelou que ficou devastado ao chegar perto da criança morta em meio à crise migratória na Europa

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

aylan
Grafiteiro Rafael Sudário fez homenagem ao garoto sírio (Foto: Reprodução)

A imagem do corpo da criança turca Aylan Kurdi sendo carregado numa praia da Turquia rodou o mundo como um terrível alerta para a crise migratória que assola a Europa.

Em declaração à agência de notícias turca DHA, o responsável por carregar o corpo do garoto, o policial Mehmet Ciplak, disse ter pensado no próprio filho. "Tenho um filho de seis anos. Quando vi a criança me coloquei no lugar de seu pai", disse. "Não tenho como descrever essa visão tão trágica."

+ Mãe e filho morrem em deslizamento de terra

Ciplak ainda afirmou que não tinha noção como a simbólica foto rodaria o mundo e ocuparia a primeira página de jornais de vários países.

+ Internautas fazem homenagem a garoto morto em travessia de refugiados

Na última quarta-feira (2), Kurdi e outros onze refugiados sírios morreram numa praia entre a Turquia e a Grécia depois que dois botes naufragaram.

Fonte: VEJA SÃO PAULO