Terraço Paulistano

Personalidades contam o melhor e o pior acontecimento de 2009

Altos e baixos

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Barbara Paz 2146
A atriz Barbara Paz (Foto: ZE PAULO CARDEAL)

O melhor: “Ter recebido o papel da Renata do próprio Manoel Carlos, autor de Viver a Vida.”

O pior: Por falta de tempo e por estar morando em outra cidade, tive de doar a um amigo o meu gato de 13 anos, o Cappuccino.” Bárbara Paz, atriz

O melhor: “Ter viajado para cozinhar na Ilha Necker, no Caribe, do bilionário inglês Richard Branson — dono do grupo Virgin. O lugar é cercado por um mar de azul tão claro que se mistura com a cor do céu. É o verdadeiro paraíso.”

O pior: “A impunidade bateu às portas da cozinha. O pobre do panetone levou a culpa por um escândalo de corrupção.” Carla Pernambuco, chef

Fernando Moraes
preta gil 2146
A cantora Preta Gil é a nova entrevistada na seção 'Você É o Repórter' (Foto: Fernando Moraes)
A cantora Preta Gil

O melhor: “Bati meu recorde ao fazer 87 shows em 2009.”

O pior: “Como pulei muito nos palcos, operei o menisco do joelho direito no fim do ano (a cirurgia foi realizada no dia 14 de dezembro).” Preta Gil, cantora

O melhor: “Sem dúvida alguma, ter engravidado (ela espera uma menina para o mês de abril, do empresário Tufi Duek).”

O pior: “Não ter tido tempo para me dedicar à família e aos amigos. Neste ano vou me policiar mais.” Natalie Klein, empresária

O melhor: “Eu e meu marido, Ivo Rosset, compramos uma casa em julho. Vamos finalmente morar juntos, no Jardim Europa.”

O pior: “Como a rua onde fica o meu consultório se encheu de água em uma tempestade de novembro, fiquei sitiada. Não conseguia sair, mandar pacientes embora nem receber os novos que viriam. Foi muito angustiante.” Eleonora Rosset, psicanalista

O melhor: “Depois de me recuperar de uma cirurgia no estômago, graças a Deus voltei a comer tudo de que gosto.”

O pior: “Quando voltei de Nova York em uma manhã de caos e, por causa da chuva, tive de ficar quatro horas em um hotel próximo ao Aeroporto de Cumbica. Não havia táxi nem helicóptero que conseguisse sair de lá.” Beth Arbaitman, empresária

O melhor: “O ano foi de muita apreensão. Mas mantive o bom movimento de 2008 e não precisei demitir nenhum funcionário.”

O pior: “O susto que passei quando precisei sair correndo do prédio onde moro, pois ele estava em chamas. Foram vinte andares de muito medo, com filho e papagaio no colo.” Rogério Fasano, restaurateurO melhor: “Depois de ter visitado trinta países em 2009 para o meu programa de TV, consegui dez dias de férias no Natal para ficar com meu filho nos Estados Unidos e no Canadá.”O pior: “Em outubro, eu me separei da Caroline Bittencourt depois de cinco anos de namoro. Por causa do excesso de trabalho, tive de adiar a data do casamento. A partir daí, as coisas desandaram...” Álvaro Garnero, apresentador de TV

GUSTAVO SCATENA
alvaro garnero 2146
O apresentador de TV, Alvaro Garnero (Foto: GUSTAVO SCATENA)
O apresentador de TV Alvaro Garnero

O melhor: “Levar 2 milhões de espectadores ao cinema para assistir ao filme Divã.”

O pior: “Descobri que não consigo mais enxergar de longe. Agora preciso de óculos ou lentes.” Lilia Cabral, atriz

O melhor: “Conhecidos me apresentaram ao grande amor da minha vida.”

O pior: “A perda de um amigo, o Roger Wright, que morreu com a família em um acidente aéreo, em maio.” Sig Bergamin, arquiteto e decorador

Fonte: VEJA SÃO PAULO