publicidade

Teatro

Peças do Festival de São José do Rio Preto ganham sessões na cidade

Him, do grupo italiano Fanny & Alexander, e Discurso de um Homem Decente, dos colombianos do Mapa Teatro, estão entre as montagens

9.jul.2013 por Redação VEJA SÃO PAULO

O Festival Internacional de São José de Rio Preto, ou simplesmente FIT, comemora em 2013 mais de quatro décadas de existência, sendo que desde 2000 se abriu à participação de grupos estrangeiros. Três deles, aliás, se apresentam em Sescs da capital nesta semana.

+ Mais sobre teatro

Confira abaixo quais são eles.

Cena do espetáculo 'Discurso de um Homem Decente': últimas palavras de Pablo Escobar
Cena do espetáculo 'Discurso de um Homem Decente': últimas palavras de Pablo Escobar
(Foto: Divulgação/FIT)

Discurso de um Homem Decente, no Sesc Vila Mariana

A montagem dos colombianos do Mapa Teatro tem por ponto de partida um bilhete encontrado junto com o corpo de Pablo Escobar, morto em 1993. O conteúdo do pedaço de papel foi mantido em segredo pela CIA até 2011. No espetáculo, uma apresentadora de televisão e uma médium tentam decifrar o escrito. A banda Marco Fidel Suárez também participa da peça com números musicais. Vale lembrar que Festa no Covil, em cartaz no Sesc Consolação também aborda o universo do traficante de drogas.

O drama chileno 'Galvarino': baseado numa história real
O drama chileno 'Galvarino': baseado numa história real
(Foto: Divulgação/FIT)

Galvarino, no Sesc Pompeia

A triste história apresentada pelos chilenos do Kimen Teatro é baseada numa história real. Em 1993, o chileno que dá nome ao espetáculo foi morto na Rússia por neonazistas. No espetáculo, a ação se inicia minutos antes do anúncio da morte de Galvarino.

Him, no Sesc Santana

Batizada com o nome de um dos mais populares longa-metragens de Ingmar Bergman, a companhia italiana Fanny Alexander traz para São Paulo uma das montagens mais curiosas do Festival de São José do Rio Preto. Him apresenta o ator Marco Cavalcoli diante de uma tela onde é projetado O Mágico de Oz (1939). Caracterizado como Adolph Hitler, ele imita a voz e os gestos de Dorothy (Judy Garlando), o Leão Covarde (Bert Lahr), o Homem de Lata (Jack Haley) e outros personagens do clássico de Victor Fleming.

publicidade

mundo ao lado
X

Avaliação de VEJA SP

Não foi avaliado

Avaliação de VEJA SP

Péssimo

Avaliação de VEJA SP

Fraco

Avaliação de VEJA SP

Regular

Avaliação de VEJA SP

Bom

Avaliação de VEJA SP

Muito bom

Avaliação de VEJA SP

Excelente

Avaliação dos usuários

Ainda não foi avaliado

Avaliação dos usuários

Péssimo

Avaliação dos usuários

Fraco

Avaliação dos usuários

Regular

Avaliação dos usuários

Bom

Avaliação dos usuários

Muito bom

Avaliação dos usuários

Excelente

Avaliação do usuário

Péssimo

Avaliação do usuário

Fraco

Avaliação do usuário

Regular

Avaliação do usuário

Bom

Avaliação do usuário

Muito bom

Avaliação do usuário

Excelente

Péssimo

Fraco

Regular

Bom

Muito bom

Excelente

Comente

Envie por e-mail