Restaurantes

Pasquale: melhor cantina italiana

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Ravióli de queijo de cabra valorizado por um suave pesto de hortelã e nozes: massa fresca no cardápio
Ravióli de queijo de cabra valorizado por um suave pesto de hortelã e nozes: massa fresca no cardápio (Foto: Mario Rodrigues)

Aos poucos, Pasquale Nigro vai incrementando seu cardápio com massas frescas. No ano passado, ele lançou o ravióli recheado de queijo de cabra valorizado por um suave pesto de hortelã e nozes (R$ 35,00). Em julho, apresentou uma nova versão dessa massa com recheio de ricota e nozes ao molho cremoso de cogumelo seco (R$ 37,00). Ambos são preparados e servidos apenas duas vezes por semana, às terças e quintas. Macarrões secos italianos, como o clássico espaguete à matriciana (molho de tomate, bacon, alho, manjericão e queijo pecorino romano; R$ 27,00), são encontrados todos os dias. Outro avanço da cantina, premiada pela terceira vez como a melhor da cidade, foi a montagem de uma caprichada adega no piso superior. Em seu espaço envidraçado repousam vinhos de boa relação qualidade-preço, caso do tinto italiano Montepulciano Bonacchi 2008 (R$ 50,00). Antes de pedir os pratos, a dica é provar os bons antepastos feitos na casa, entre eles o involtini de berinjela (rolinhos do vegetal recheados de tomate seco, alcaparra e alichela) e a abobrinha grelhada. Cada 100 gramas custam R$ 8,40.

Rua Amália de Noronha, 167, Pinheiros, 3081-0333, Metrô Sumaré (70 lugares). 12h/0h (fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Cr.: V. Estac. c/manobr. (R$ 8,00). Tem vinho em taça e permite levar seu vinho (R$ 25,00) www.pasqualecantina.com.br. Aberto em 2001. $$

Fonte: VEJA SÃO PAULO