Religião

Padres pop: Nilso Motta

O sacerdote que adota o estilo de popstar low profile

Por: Claudia Jordão [colaborou Jéssika Torrezan]

Capa 2272 - Padres pop - Nilso Motta
Nilso Motta, 35 anos: “Não podemos dar uma de Dom Juan” (Foto: Mario Rodrigues)

Já passava das 23 horas da sexta-feira 25 de maio quando o padre Nilso Motta vestiu a batina em um camarim improvisado no canto do altar de uma igreja em Barueri, na Grande São Paulo. Minutos depois, ele se dirigiu à porta da frente e caminhou pela nave até alcançar seu posto. Cerca de 2.000 pessoas (entre elas, crianças agitadas e idosos animados) se espremiam pelos corredores e entoavam de cor alguns hits católicos. Os termômetros marcavam 10 graus. Alguns se enrolaram em cobertores — a construção ainda não está concluída e o vento entrava pelo vão entre paredes e teto — e aguentaram firme até a manhã seguinte, quando terminou a vigília, que o padre Nilso, com seu carisma, comanda algumas vezes por ano.

Capa 2272 - Padres pop - Nilso Motta
Nilso, na Paróquia São Lucas, em Carapicuíba: ele se recusa a cobrar pelas apresentações (Foto: Aluisio Maurício/Divulgação)

Filho de um casal de lavradores analfabetos, ele nasceu no Paraná e hoje vive em Jandira, na região metropolitana de São Paulo. Com poucos amigos, desinteressado por esportes e sem opções de lazer, descobriu a igreja aos 8 anos e entrou no seminário dez anos depois. Aos 27, começou a cantar em missas na Paróquia São Paulo Apóstolo, em uma Cohab de Carapicuíba, um município no entorno da capital. “O povo incentivou e eu segui o caminho”, diz ele. Com quatro livros e cinco CDs lançados, Nilso viaja ao menos quatro vezes por mês. “Quando volta para casa, exausto, é capaz de dormir por dois dias e às vezes nem chega à cama: já ‘apaga’ no sofá ou no tapete mesmo”, diz o produtor Juninho Cassimiro, de 31 anos, que trabalha com ele.

+ Nova geração de padres pop dá o que falar na cidade

+ Personalidades católicas que inspiraram os aspirantes a padre-popstar

+ O que os fiéis falam por aí

O sacerdote conta que já recusou convites de empresários interessados em comercializar seus shows. “Não sou artista e não vejo sentido em cobrar”, diz. Ainda assim, sofre com o assédio feminino. Há fãs que ligam para seu programa da TV Século 21 a fim de pedir oração e o chamam de “lindo”. “A gente tem de cortar, não dá para dar uma de Dom Juan.”

FICHA

» Missa: Capela São José (Calçada das Orquídeas, 209, Centro Comercial de Alphaville, Barueri), às 12h30 de quinta-feira. No dia 1º de cada mês, às 19h30, faz a celebração na Paróquia São Lucas Evangelista (Avenida Inocêncio Seráfico, 2450, Carapicuíba).

» CD: "Intimidade Divina – Volume 2" é o mais novo entre cinco títulos independentes, que venderam 20.000 cópias e são comercializados apenas pela internet e nos eventos dos quais participa.

» Livro: Escreveu quatro, com 9.000 exemplares vendidos.

» TV: Pilota a atração "Você Pode Ser Feliz" na TV Século 21, terça-feira, às 9h15.

Fonte: VEJA SÃO PAULO