Diversidade sexual

Gays, lésbicas etc.: dez destaques do Mix Brasil

Mostra de cinema exibe 130 filmes, entre longas e curtas, a partir de sexta (9) em quatro salas da cidade

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Nosso Paraíso
Cena de "Nosso Paraíso": exibição no CineSesc faz parte do Festival Mix Brasil (Foto: Divulgação)

O Festival Mix Brasil comemora vinte anos com uma programação especialmente sortida. A partir de sexta (9), serão exibidos 130 filmes sobre diversidade sexual vindos de países como Turquia, Paquistão, Portugal e Cuba. CineSesc, Cine Olido e as salas 3 e 4 do Espaço Itaú de Cinema, na Rua Augusta, projetam os curtas e longas-metragens selecionados.

+ Veja a programação completa do Mix Brasil

A mostra deve chamar a atenção do público principalmente por conta dos temas que os filmes abordam: da descoberta da sexualidade ao sexo na terceira idade, são muitos os convites para conversas acaloradas após as sessões. A seguir, confira dez destaques do festival, separados por temas:

ENTRE HOMENS

NOSSO PARAÍSO (Notre Paradis, 100min, França), de Gael Morel – Especializado na temática homossexual, o diretor narra a trajetória de um michê trintão que se apaixona por um jovem garoto de programa. Sexta (9), CineSesc, 21h; domingo (11), CineSesc, 17h; quarta (14), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 16h

Caminho das Dunas
'Caminho das Dunas': conto sobre o primeiro amor (Foto: Divulgação)

DESCOBERTA DA SEXUALIDADE

CAMINHO DAS DUNAS (Noordzee Texas, 92min, Bélgica), de Bavo Defume – Pim é uma criança tímida e reclusa, que guarda uma coleção secreta de objetos. Na adolescência, ele passa a sonhar com Gino, o menino mais velho, que mora na casa ao lado. Quinta (8), CineSesc, 21h; domingo (11), CineSesc, 19h; terça (13), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 20h

Bearcity 2 - Pedido de Casamento
'Bearcity 2 - Pedido de Casamento': tom de comédia romântica (Foto: Divulgação)

“URSOS”

BEARCITY 2 - PEDIDO DE CASAMENTO (Bearcity 2: The Proposal, 112min, EUA), de Douglas Langway – A comédia americana é uma espécie de Sex and the City para os “ursos”, gays peludos e gordinhos. Na trama, um grupo de amigos vive os desencontros das relações amorosas em uma praia de Provincetown. Sábado (10), CineSesc, 21h; terça (13), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 22h

Mia
O argentino 'Mia': amizade improvável (Foto: Divulgação)

TRAVESTIS

MIA (105min, Argentina), de Javier Vande Couter – Ale, uma travesti que vive em uma favela de Buenos Aires, encontra uma menina com quem vive uma forte relação. Domingo (11), CineSesc, 21h; segunda (12), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 20h

Yes or No?
O tailandês 'Yes or No?': pioneiro no país (Foto: Divulgação)

ENTRE MULHERES

YES OR NO? (Tailândia, 111min), de Saratsawadee Wongsomphet – O filme se tornou conhecido em festivais por ser a primeira comédia romântica lésbica tailandesa. Na trama, duas colegas de faculdade vivem uma história de amor. Sexta (9), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 18h; quinta (15), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 16h

O Espaço entre Nós Dois
'O Espaço entre Nós Dois': entre o amor e o rock (Foto: Divulgação)

A TRÊS

O ESPAÇO ENTRE NÓS DOIS (El Espacio entre los Dos, Argentina, 78min), de Nadir Medina – Três amigos tocam em uma banda, entre eles os namorados Pablo e Malena. A presença de Tomás vai desestabilizar o romance do casal. Sábado (10), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 20h; segunda (12), CineSesc, 21h

Direito de Amar
'Direito de Amar': documentário reúne várias histórias (Foto: Divulgação)

LUTA POR DIREITOS

DIREITO DE AMAR (Right 2 Love, Espanha, 72min), de Adaia Teruel – O documentário acompanha sete famílias de lésbicas, gays e transexuais na Europa. Todos lutam para terem seus direitos reconhecidos pelo Estado. Sexta (9), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 4, 15h45 e 21h45

Meu Nome é Kuchu
'Meu Nome é Kuchu': história real (Foto: Divulgação)

RETRATO

MEU NOME É KUCHU (Call Me Kuchu, EUA/Uganda, 90min), de Katherine Fairfax Wright e Malika Zouhali-Worrall – Premiado no Festival de Berlim de 2012, o documentário tem como tema David Kato, ativista gay de Uganda assassinado em 2011. Terça (13), CineSesc, 19h; quinta (15), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 20h

Tempestade na Estrada
'Tempestade na Estrada': amor na velhice (Foto: Divulgação)

TERCEIRA IDADE

TEMPESTADE NA ESTRADA (Cloudburst, Canadá/EUA, 100min), de Thom Fitzgerald – Com Olympia Dukakis e Brenda Fricker, o longa parte de uma premissa pouco comum: duas mulheres fogem de um lar de idosos para se casarem legalmente. Terça (13), Cinesesc, 21h; quarta (14), CineSesc, 17h; quinta (15), CineSesc, 19h

Fucking Different XXX
'Fucking Different XXX': ousadia em formato inusitado (Foto: Divulgação)

PROIBIDO PARA MENORES

FUCKING DIFFERENT XXX (EUA/Alemanha/França, 93min), de Kristian Petersen – Com cenas de sexo explícito, reúne curtas gays dirigidos por lésbicas e segmentos lésbicos assinados por gays. Sexta (9), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 23h50; segunda (12), Espaço Itaú de Cinema – Augusta 3, 22h

OUTRAS ATRAÇÕES:

SHOW DO GONGO: Em um dos momentos mais esperados do festival, a atriz Marisa Orth apresenta uma série de filmes caseiros que podem ser aprovados ou "gongados" pelo público. Neste ano, a brincadeira será realizada no Teatro Sérgio Cardoso. Além dos vídeos de até cinco minutos, foram criadas outras três categorias, para além do cinema: bate-cabelo, performance e stand-up. Segunda (12), 21h, no Teatro Sérgio Cardoso, a R$ 30. Ingressos a venda no teatro. Inscrições de vídeos no Espaço Itaú Augusta até 16h de segunda (12).

KARAOKÊ: O festival Mix Music chega à 13ª edição, com entrada gratuita, no Centro Cultural da Juventude (CCJ). Neste ano, a atração será o Mix Music Karaokê, comandado pela DJ Michelly Summer. Os concorrentes, que poderão se inscrever na hora do evento, terão até um minuto para mostrar que sabem cantar. A discotecagem ficará por conta do DJ Alexx Berrios. Quinta (15), 16h, no Centro Cultural da Juventude.

BALADA LITERÁRIA: Na primeira edição da Balada Literária Mix, o escritor Marcelino Freire e o produtor André Fischer conversam com o escritor colombiano e ativista homossexual Alonso Baute. Sexta (16), 19h, no CCSP.

Fonte: VEJA SÃO PAULO