TRÂNSITO

Haddad: "Redução de velocidade nas marginais é experimental"

Corredor Norte-Sul, que compreende as avenidas  Washington Luiz, Rubem Berta, 23 de Maio, Tiradentes e Santos Dumont, também terá limites reduzidos em setembro

Por: Estadão Conteúdo

Marginal Tietê Trânsito
Trânsito na Marginal Tietê: prefeito diz que redução de velocidade pode ser revista (Foto: Futura Press/ Folhapress)

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse, na manhã desta terça-feira (21) à Rádio Estadão que a redução da velocidade nas marginais do Tietê e do Pinheiros é experimental e pode ter mudanças. "Vamos divulgar os resultados dos relatórios da CET. A sociedade vai acompanhar e depois vai poder ou consolidar esta política ou eventualmente rever, se for o caso", afirmou Haddad, que está em Roma para participar de encontro com o papa Francisco e prefeitos de grandes cidades para discutir a proteção ao ambiente.

+ Simulador de direção será obrigatório para tirar CNH

"Ao diminuir o número de acidentes, melhora a velocidade média dos veículos. Essa é a experiência que está sendo tentada, que já foi realizada em várias cidades do mundo. É uma tendência internacional. Nova York, Paris, Roma, para citar três exemplos, estão adotando essa forma de enfrentamento", explicou Haddad. "É bastante lógico pelo menos experimentar, verificar como pela redução da velocidade máxima se consegue uma velocidade média maior, porque, com menos acidentes, você garante que as faixas de rolamento fiquem livres por mais tempo."

O prefeito disse, sem citar dados, que já recebeu um relatório da CET. A intenção da companhia é diminuir a letalidade dos atropelamentos nas Marginais. Só no ano passado foram 1.180 acidentes, com 1.399 vítimas. Ao todo, 73 pessoas morreram nas duas vias expressas da cidade.

+ Promotoria e vereador questionam a redução de velocidade nas marginais

Desde segunda-feira (20), o limite de velocidade foi reduzido de 90 quilômetros por hora para 70 quilômetros por hora nas faixas expressas e nas locais de 70 quilômetros por hora para 50 quilômetros por hora. Nas pistas centrais, a velocidade máxima é de 60 quilômetros por hora.

Corredor Norte-Sul

A partir de setembro, o corredor Norte-Sul, um dos mais importantes da cidade, também terá a velocidade máxima reduzida. A velocidade na via cairá dos atuais 70 quilômetros por hora para 60 quilômetros por hora - e para 50 quilômetros por hora nos trechos em que há faixas exclusivas.

Avenida 23 de Maio
Avenida 23 de Maio: via terá redução de velocidade em setembro (Foto: Marcos Moraes/Brazil Photo Press/Folhapress)

A medida vai abranger as avenidas Interlagos, Washington Luiz, Rubem Berta, Moreira Guimarães, 23 de Maio, Tiradentes, Prestes Maia e Santos Dumont. A mudança já havia sido anunciada pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, mas ainda não havia data definida.

O Corredor Norte-Sul corta a cidade de São Paulo: passa ao lado do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, chega à região central e termina na Ponte das Bandeiras, dando acesso para a Marginal do Tietê.

Fonte: VEJA SÃO PAULO