Trânsito

Greve de funcionários atrapalha circulação de ônibus em São Paulo

Cinquenta e nove linhas que atendem especialmente as Zonas Norte e Oeste ficaram paradas durante a manhã

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

greve onibus garagem
Cerca de 59 linhas foram afetadas e 731 ônibus ficaram parados no pátio das empresas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Funcionários das empresas de ônibus Transcooper e Fênix fizeram uma greve na manhã desta quarta-feira (2) e interromperam o serviço de transporte nas Zonas Norte e Oeste da capital. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), o serviço começou a ser restabelecido por volta das 8h40. O Paese, sistema de substituição de ônibus, foi acionado às 4h para as quatro principais linhas.

Ao todo, 59 linhas e 731 ônibus ficaram parados no pátio dividido pelas empresas no bairro Jaraguá, na Zona Norte. A greve foi motivada pela demissão de cobradores, função que foi assimilada pelos motoristas.

As quatro linhas substituídas pelo Paese foram:

Linha 8015/10 Cemitério Perus-Terminal Pirituba

Linha 848L/10  Recanto dos Humildes – Terminal  Pirituba

Linha 9020/10 Vila Mirante – Terminal Pirituba

Linha 9004/10 Elisa Maria – Terminal Cachoeirinha

Fonte: VEJA SÃO PAULO