exposição

Veja galeria com imagens da nova exposição do fotógrafo Boris Kossoy

Busca-me, que trata de absurdos do cotidiano, está em cartaz na Galeria Berenice Arvani

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Aos 71 anos, o fotógrafo paulistano Boris Kossoy apresenta a série inédita Busca-me, na Galeria Berenice Arvani, depois de cinco anos sem expor (sua última mostra foi em 2008, na Pinacoteca).

A nova exposição trata da primeira infância do fotógrafo, o desejo, a memória afetiva, o cinema de Bergman e a arte de Gustav Klimt, entre outros temas, segundo o curador Diógenes Moura no catálogo. "Não existe trabalho artístico sem algo de autobiografia”, defende Kossoy em entrevista a VEJA SÃO PAULO.

+ Leia crítica sobre a nova mostra de Boris Kossoy, Busca-me, e entrevista com o fotógrafo

No catálogo da exposição, o também professor da USP e historiador diz que reuniu ali "impressões/imagens fugazes que, vez ou outra, flutuam em nossas mentes, sem formas definidas, no entanto, curiosamente familiares". Busca-me é um verdadeiro passeio pelo universo fantástico oferecido por Kossoy.

O artista, autodidata, começou sua carreira profissional em 1965, no Estúdio Ampliart, onde atuou nas áreas de jornalismo, documentação e publicidade. É formado em arquitetura pelo Mackenzie e mestre e doutor pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Atualmente na USP atua como pesquisador, professor do programa de pós-graduação em Ciências da Comunicação e coordenador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares de Imagem e Memória.

Fonte: VEJA SÃO PAULO