Junho

3 festas juninas tradicionais para celebrar São João

Confira "arraiás" realizados há mais de vinte anos na capital 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Quermesse do Calvário
Fachada da Igreja do Calvário, onde acontece a tradicional quermesse (Foto: Vinicius Tamamoto)

Há muitas opções de festas juninas em São Paulo, mas são poucas as que conseguem resistir ao tempo. 

+ 7 festas juninas para levar seu amigo hipster

+ 5 festas juninas da cidade que são imperdíveis

Destacamos três "arraiás" tradicionais que acontecem há mais de vinte anos e já se tornaram tesouros da cidade. 

1. Quermesse da Igreja do Calvário 

Quermesse da Igreja do Calvário
Quermesse da Igreja do Calvári: uma das mais famosas da cidade (Foto: Divulgação)

Com mais de trinta anos de história, a festa é uma das mais antigas - e famosas - da capital. Lá o visitante encontra tudo o que um bom "arraiá" deve ter: quadrilha, forró, brincadeiras, prendas e comidinhas do mundo todo (tem até temaki!). O vinho quente e o quentão são as bebidas prediletas do público, e tudo é feito na igreja pelos próprios voluntários. Tanta dedicação se reverte em sucesso de bilheteria: no ano passado, cerca de 50.000 pessoas passaram pela quermesse do Calvário, mesmo número esperado para este ano. 

2. Festa Junina do Shopping Center Norte

Festa Junina Shopping Center Norte
Festa Junina do Shopping Center Norte terá ex-MasterChefs (Foto: Divulgação)

Há vinte anos o Center Norte realiza seu próprio "arraiá", o mais famoso da Zona Norte. Há atrações para a família toda: de brincadeiras a comidinhas servidas pelas barracas e pelos food trucks estacionados no local. Este ano, quatro ex-participantes do MasterChef cozinham ao vivo no evento: Raul Lemos, Aritana Maroni, Fernando Kawasaki e Gustavo Bicalho apresentam receitas típicas com o projeto Noiz Noscada. Entre as opções, caldo de abóbora com curry ou carne seca.

3. Quermesse da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Festa Junina Paróquia Santíssimo Sacramento
Voluntários da quermesse da Paróquia do Santíssimo Sacramento (Foto: Divulgação)

O arraiá começou em 1995 sendo chamado de Festa das Nações, mas mudou de nome pouco tempo depois. Apesar disso, a festa mantém a volta ao mundo nas barracas de comidinhas típicas. Tem americana, japonesa e italiana, entre outras. A marca do arraial do Santíssimo Sacramento é a atmosfera familiar: cada barraquinha é comandada por um casal da comunidade, que prepara as comidinhas artesanalmente. No bazar da Beth dá para comprar roupas de brechó. Já o bingo é comandado pelo Kleber e pela Mariana. No dia 19, haverá apresentação da quadrilha. Quem quiser participar é só comparecer aos ensaios, nos dias 11 e 18 de junho. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO