Política

Eventos fictícios no Facebook reúnem simpatizantes de Haddad

Com baixa popularidade, prefeito tem gestão elogiada nas páginas "festa de reeleição de Haddad" e "transferir título para votar no Haddad", que somam 27 000 confirmados

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Fernando Haddad Prefeito
Haddad: considerado ruim ou péssimo por 44% dos paulistanos (Foto: Brazil Photo Press/ Folhapress)

Medida mais recentemente em fevereiro por uma pesquisa Datafolha, a popularidade do prefeito Fernando Haddad (PT) não se mostrava das melhores: 44% dos paulistanos consideravam seu governo ruim ou péssimo, 33% o tinham como um gestor regular e apenas 20% diziam aprovar suas ações à frente da administração municipal. Em algumas páginas do Facebook, porém, a história é outra. Marcado para 6 de outubro, o evento batizado de "transferir título de eleitor para São Paulo para votar no Haddad" tem 20 000 pessoas confirmadas. 

A convocação, claro, é uma brincadeira - criar eventos fictícios no Facebook, geralmente jocosos, se tornou moda há algum tempo. Nesse caso, reúne simpatizantes do prefeito, a maioria de outras cidades. "Não pode xingar os colegas de coxinha nem de petralha", diz a descrição da página, que também informa o link do site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com as orientações para quem quer trocar o domicílio eleitoral. 

+ Os 22 eventos do Facebook que você adoraria ir se fossem de verdade

Haddad evento Facebook
Página de um dos eventos: brigas entre opositores e admiradores do prefeito são frequentes (Foto: Reprodução Facebook)

Outro evento pró-prefeito na rede social está agendado para 1º de janeiro de 2017. É a "festa de reeleição do Haddad" - o pleito municipal ocorre no segundo semestre de 2016 e o petista é pré-candidato. Terá como prováveis concorrentes da ex-prefeita Marta Suplicy (ainda sem partido, mas que provavelmente representará o PMDB), os apresentadores José Luiz Datena (PP) e Celso Russomanno (PRB) e o pastor Marco Feliciano (PSC). Pelo PSDB, disputam o vereador Andrea Matarazzo e o empresário João Dória Jr. 

+ Eleição para prefeito pode ter trio de apresentadores na disputa

Na página, 7 100 usuários do Facebook confirmaram presença. Muitos opositores do prefeito também usam o evento para postar notícias negativas das sua gestão e memes contrários a ele. As brigas nas caixas de comentários são comuns. "Transfiram o título de eleitor para o inferno, que dá na mesma", disse uma eleitora. "Festa para o rebanho domesticado!", exclamou outro. 

+ "Vou ser o pastor da cidade", diz Marco Feliciano, pré-candidato a prefeito

 

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO