Bebidas

Cervejas artesanais que valem a pena por até 15 reais

Rótulos especiais para quem quer degustar sabores e aromas diferentes pagando menos

Por: Veja São Paulo

Cervejaria Moemia
Cervejaria Moemia (Foto: Flávio Santana/BioFoto)

Cervejas artesanais podem custar mais do que uma garrafa de vinho. Há, no entanto, rótulos que valem a pena para quem quer economizar e degustar sabores diferentes. Para os apreciadores de plantão, VEJA SÂO PAULO reuniu marcas de qualidade para os momentos em que o bolso não está tão cheio. As dicas são do especialista Bob Fonseca, que elaborou uma lista de bebidas que custam, no bar ou na gôndola do supermercado, não mais do que 15 reais: 

Bamberg Weizenbier: produzida em Votorantim (SP), esta cerveja de trigo inspirada nas receitas alemãs tem boas notas de banana, cravo e um quê cítrico.

Preço: 8,47 (355 ml), no Mambo

 

Hoegaarden: a witbier belga criada por Pierre Celis ressuscitou o estilo no país europeu. Leva sementes de coentro e cascas de laranja na composição, e os dois elementos deixam boas marcas na composição.

 

Preço: 14 reais (330 ml), no Empório Alto de Pinheiros

wals
Wals (Foto: Reprodução)

 

Wäls Bohemian Pils: a cerveja, produzida em Belo Horizonte, já foi eleita a melhor cerveja do Brasil no Campeonato Brasileiro em 2013. Notas de malte (lembram biscoito) e lúpulo herbal.

Preço: 12 reais (300 ml), no Empório Alto de Pinheiros

 

Brooklyn Lager: a cervejaria nova-iorquina utilizou um estilo classicamente alemão – a Vienna Lager – para dar um toque especial de lúpulos americanos. O resultado é uma combinação interessante de maltes tostados e leve caramelo com notas cítricas e um quê herbal.

Preço: 13,80 reais (355 ml), no Pão de Açúcar

 

Duvel: uma das cervejas mais famosas da Bélgica, que completou 90 anos em 2014. Boas notas cítricas e condimentadas, final bastante seco e álcool bem escondido, um perigo para os desavisados.

Preço: 15,94 reais (330 ml), no Pão de Açúcar

 

Amazon Stout com Açaí: O açaí aparece de forma sutil e o destaque é para as notas de malte torrado e um quê de café.                                                                                                

Preço: 14 reais (330 ml), no Empório Alto de Pinheiros

 

Eisenbahn Weizenbock: criada pela Eisenbahn, de Blumenau (SC), foi eleita no ano passado a melhor cerveja de trigo do mundo pelo campeonato inglês World Beer Awards. Aroma e sabor dominados por notas de banana passa e licorosidade, além de corpo denso.

Preço: 6,99 reais (355 ml), no Mambo

Fonte: VEJA SÃO PAULO