Futebol

CCJ da Câmara aprova venda de cerveja nos estádios

Texto segue para aprovação no plenário do legislativo municipal

Por: Pedro Henrique Tavares

Torcedores a entrada do jogo Palmeiras x Vitória pelo campeonato Brasileiro de 2
Torcedores do Palmeiras bebem em frente ao estádio Palestra Itália, pelo Brasileirão de 2009 (Foto: Marcos Ribolli)

Na tarde desta quarta-feira (15), a Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa (CCJ) da Câmara Municipal deu parecer favorável ao texto que regulamenta a venda de cerveja nos estádios de futebol paulistanos. O Projeto de Lei 62/2015 é de autoria do vereador Toninho Paiva, do Partido Republicano (PR). 

+ As últimas notícias da capital

O argumento de Paiva se sustenta na Copa do Mundo de 2014. De acordo com ele, a venda de bebidas, que era feita normalmente nos arredores e dentro dos estádios, não acarretou nenhum incidente durante o evento. O vereador acredita entende que, se aprovada, a medida não irá prejudicar a segurança nos jogos.

sessao cerveja estadios
Sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou o retorno da venda de bebidas alcoólicas em estádios da capital (Foto: Divulgação)

A venda começou a ser proibida em território nacional no ano de 2008, quando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reformulou o Estatuto do Torcedor. O documento estabelece a proibição da comercialização e do porte de bebidas alcoólicas dentro dos estádios de futebol. Em 15 de maio de 2013, a norma se transformou na Lei Federal nº 10.671.

 “Tem vários estádios no Brasil, posso citar Bahia, Paraná, Maranhão e outros estados por aí que já vendem bebida no estádio. Nós entendemos que fora do estádio a bebida já é vendida à vontade. Cada um tem que ser responsável por si”, explicou o parlamentar, que ressaltou ser esta uma forma a mais de arrecadação para os clubes.

Fonte: VEJA SÃO PAULO