Carnaval

Escola Acadêmicos do Tucuruvi homenageia a África

Samba-enredo deste ano fala sobre o nascimento da raça afro-brasileira

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Acadêmicos do Tucuruvi
Acadêmicos do Tucuruvi: sexta escola a entrar na avenida na sexta (17) (Foto: Priscilla Vilariño/SpTuris)

“O esplendor da África no reinado da folia”

Compositores: Rodrigo Atração, Fábio Jelleya, Edson Liz, Henrique Barba, Silvinho, Márcio Alemão, Waltinho, Felipe Mendonça, André Filosofia, Maurício Pito, Diley Machado, Leandro Franja e Xandinho

"Teu filho, oh Mãe África,

Faz festa pra te exaltar

Sou Tucuruvi, tua história

Meu samba vai revelar

África!

Terra de raro esplendor

Berço de uma nação

Que acolhe teus filhos em teu coração

Brilhou em teu solo a riqueza

Lindas obras da Mãe Natureza

Selvagem paraíso: um tesouro natural!

Em cada filho teu, o amor por esse chão

Levantando a bandeira da preservação

É a fé que embala o teu caminhar

Na mãe feiticeira o dom de curar

Ao som do tambor, há celebração

A magia se espalha e traz proteção

No dia a dia,

A arte era a tradução da criação

Modelada pelas mãos,

A inspiração transformou-se em alegria

Chegou à Bahia, na ginga da capoeira,

Com seu sabor, essa cultura

Fez nascer a raça afro-brasileira

Hoje, com a benção dos bambas,

Minha escola de samba vai passar

Com garra defendo meu pavilhão

No peito, a marcação

Herdeiro eu sou, da batida do tambor (Ô Ô Ô)"

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO