Refugiados protestam contra o racismo e a xenofobia na Avenida Paulista

O grupo Voluntários Amigos dos Haitianos organizou o ato depois que um imigrante negro foi assassinado em Navegantes, em Santa Catarina

Um grupo de manifestantes se reuniu neste domingo (1º) na Avenida Paulista para protestar contra o racismo e a xenofobia. Eles caminharam pela via erguendo faixas e cartazes. “O Brasil é um país de imigrantes, onde só não são bem vindos os negros”, dizia um deles.

+ Como ajudar refugiados em São Paulo

No último dia 17 de outubro, o haitiano Fetiere Sterlin, 33 anos, foi assassinado com golpes de faca no município de Navegantes, em Santa Catarina, quando saía de uma festa.

O ato desta tarde foi organizado pelos Voluntários Amigos dos Haitianos, formado principalmente por refugiados. A concentração estava marcada para 10h, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s