Página do Facebook Agenda Black atrai patrocinadores

De acesso restrito, fórum virtual contabiliza mais de 4.000 membros e 5.000 nomes na lista de espera

Em outubro do ano passado, a paulistana Titina Bilton criou uma página no Facebook para trocar dicas de compras, serviços e passeios com as amigas. O nome escolhido não poderia definir melhor o perfil do grupo: Agenda Black, uma referência aos cartões de crédito black, aqueles oferecidos apenas a quem tem, por assim dizer, uma grana preta na conta-corrente. Com tópicos que vão de “sugestões de programas em Aspen” a “meu marido ronca”, o fórum virtual reuniu, em quinze dias, 3.000 adeptas, com sobrenomes sonoros como Setubal, Diniz e Trussardi. “Quando atingi essa marca, comecei a selecionar os integrantes”, conta Titina, que agora contabiliza mais de 4.000 membros e 5.000 nomes na lista de espera — a porta só está aberta para quem for conhecido da idealizadora ou tiver no mínimo cinquenta amigos em comum com as aprovadas.

Não demorou para a reluzente panelinha aguçar o faro de empresas interessadas em falar diretamente com esse público. “Comecei a receber propostas de propaganda e enxerguei a possibilidade de ganhar dinheiro com isso.” Em março, o publicitário Marcelo Tripoli se tornou sócio na empreitada e, no início de maio, ajudou a transformar a página em um aplicativo dentro da própria rede social, com busca fácil por tema e outros recursos. “O alto poder de compra das integrantes e a grande frequência com que acessam a agenda tornam o projeto uma mina de ouro aos olhos dos anunciantes”, acredita Tripoli.

+ Redes Sociais: o que já falamos delas

A primeira empresa a abocanhar uma cota foi o Shopping Cidade Jardim, patrocinador oficial. “Além da divulgação da nossa marca, queremos fidelizar as ablackers (como são chamadas as que passaram pelo crivo) e por isso ofereceremos vantagens como um personal shopper para acompanhá-las durante as compras”, conta Marina al Makul, diretora de marketing do centro comercial. “Estamos negociando com outras oito marcas nacionais e estrangeiras”, diz Tripoli, que já assinou com a operadora de telefonia Nextel. Como a exclusividade é a alma desse negócio, os sócios dizem que alguns dos interessados em patrocinar o projeto foram gentilmente recusados. “Eram propostas que não tinham o perfil do nosso público”, explica Titina, sobre uma rede de varejo.

As ações publicitárias custam a partir de 10.000 reais. Há também parcerias ao estilo “não tem preço”, incluída aí a empresa do marido da fundadora, a rede de academias Companhia Athletica, que em abril convidou quarenta mulheres (as primeiras a responder ao tópico) para se exercitar no Estádio do Morumbi com um personal trainer ilustre: o ex-jogador de futebol Raí. Duas semanas depois, 175 foram ao salão de beleza Marcos Proença para sessões de hidratação capilar e manicure, tudo bancado pela linha de beleza Le Lis Blanc Beauté.

+ As 10 coisas mais irritantes do Facebook

Titina Bilton - Agenda Black - 2274

Titina Bilton – Agenda Black – 2274

A ideia, porém, é que esses presentinhos sejam apenas um detalhe do grupo, que mantém a troca de dicas como carro-chefe. “Para cada pedido, temos dezoito respostas em dez minutos”, calcula Titina, que é auxiliada por Carola Porto, irmã gêmea e agora sócia na organização de indicações sobre temas diversos. “Vi que uma integrante precisava de lugar para deixar seu cãozinho por uma semana e me ofereci como anfitriã, mesmo sem conhecer a dona”, conta a empresária Alessandra Campiglia. “Tenho várias colegas querendo entrar, mas a única coisa que posso fazer por elas é repassar as boas dicas”, diz a ablacker, que posta seus palpites todos os dias.

CLUBE FECHADO

O caminho da brincadeira ao business

O que era: Comunidade de amigas no Facebook, criada em outubro de 2011, para compartilhamento de dicas sobre compras, cuidados com a casa, beleza e outros assuntos.

O que se tornou: “Panelinha” com mais de 4.000 membros cuja participação (restrita) é objeto de desejo para muitas mulheres. No dia 5 de maio, deu origem a um aplicativo na rede social, com mais recursos.

Algumas integrantes ilustres: Sophia Alckmin, Carolina Ferraz, Ticiane Pinheiro e Luiza Setubal.

Como vai faturar: Patrocínio fechado com Nextel e Shopping Cidade Jardim e mais oito contratos em negociação. O preço mínimo para expor a marca no grupo é 10.000 reais.

 

DICAS PRECIOSASAlgumas indicações trocadas entre as integrantes

– Tutu Galvão treina as cozinheiras da casa para o almoço sair no capricho. Tel.: 9986-8920. Inclui duas visitas e um livro de receitas (R$ 1.750,00)

– A empresa Jazz Side se dedica a realizar sonhos como frequentar festas em Hollywood e conhecer um astro de rock. Tel.: 2362-2302. A partir de R$ 1.000,00, sem os custos da viagem

– Precisa de alguém para carregar as malas no aeroporto? José dos Santos é especializado em recepcionar os viajantes. Tel.: 8561-0833. A partir de R$ 150,00

– Chamado pelas clientes de “nordestino maravilhoso”, José Victo traz de Pernambuco toalhas, lençóis e outros produtos de renda. Tel.: 3743-2556.

– Confeitadas pela dupla Antônia e Ângela Doerle, as balas de coco arrancam suspiros. Existem também as versões de chocolate, nozes e morango, além de cocadas. Tel.: 7246-8145, R$ 36,00 por 1 quilo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s