Sexta (30)

É Tudo Verdade: confira a programação de hoje


CineSesc

15h00 – Cuíca de Santo Amaro (Brasil, 95 min.) – COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

As histórias do cordelista baiano Cuíca de Santo Amaro. Transformado

em personagem dos escritores Dias Gomes e Jorge Amado e de filmes de

Roberto Pires e Anselmo Duarte, Cuíca foi uma figura polêmica.

17h00 – Com Amor, Carolyn (Suécia, 70 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS

Um relato da amante de Jack Kerouac a respeito da geração beat..

19h00 – Jorge Mautner – O Filho do Holocausto (Brasil, 93 min.) – SESSÃO DE ABERTURA – RJ

Cinebiografia do compositor assinada por Pedro Bial e Heitor D’Alincourt.

21h00 – Coração do Brasil (Brasil, 86 min.) – COMPETIÇÃO BRASILEIRA – LONGAS

Em 1958, a Fundação Brasil Central confiou aos irmãos Villas Bôas a tarefa de

demarcar o centro geográfico do Brasil. Cinquenta anos depois, três

participantes da expedição original, Sérgio Vahia de Abreu, o documentarista

Adrian Cowell e o cacique Raoni, retomam o mesmo trajeto.


Centro Cultural Banco do Brasil

11h00 – Shoot Yourself (Brasil, 69 min.) – O ESTADO DAS COISAS

Narrativa visual em forma de vídeo-ensaio. Entrevistados como Gary Hill,

Esther Ferrer, Rebecca Horn e Paula Garcia revelam as razões, as estratégias

e as consequências de mirar a si mesmos – com uma câmera ou até com uma

arma.

15h00 – Crazy Horse (França, 134 min.) – PROGRAMAS ESPECIAIS

Os bastidores do cabaré parisiense Crazy Horse. Por trás do marketing e da imagem de glamour, rivalidades entre diretores artísticos e a ferocidade da competição para o corpo de bailarinas se revelam.

17h30 – A Televisão e Eu (Argentina, 75 min.) – RETROSPECTIVA INTERNACIONAL: ANDRÉS DI TELLA

Equilibrando-se entre a história e a autobiografia, o cineasta explora episódios

da televisão na Argentina.

19h00 – Barulho (Israel, 70 min.) – COMPETIÇÃO INTERNACIONAL – LONGAS

O casal de diretores israelenses Dan Geva e Noit Geva investiga os barulhos que invadem o cotidiano da sociedade atual.

20h30 – Montoneros, Uma História (Argentina, 90 min.) – RETROSPECTIVA INTERNACIONAL: ANDRÉS DI TELLA

Através da história pessoal de Ana, uma ex-militante dos Montoneros, principal

grupo armado argentino contra a ditadura militar dos anos 70/80, reconstitui-se

a memória coletiva não só dessa organização, como do próprio país num

momento de crise e fragmentação social e política.

Museu da Imagem e do Som
14h00 – Consideração do Poema (Brasil, 70 min.) – PROGRAMAS ESPECIAIS

Realizado pelo Instituto Moreira Salles para a comemoração do Dia D, o filme

apresenta um panorama da obra poética de Carlos Drummond de Andrade a

partir de leituras de expoentes da cultura brasileira como Chico Buarque,

Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Fernanda Torres, Marília Pêra, entre

outros.

16h00 – O Cultivo da Flor Invisível (Uruguai, 90 min.) – FOCO LATINO-AMERICANO

O fantasma dos desaparecidos na ditadura uruguaia (1973-1985) volta a

assombrar o país quando, no governo Tabaré Vasquez (2005-2010), localizam-se os restos mortais de prisioneiros que haviam sido capturados pela Força

Aérea. O episódio divide opiniões.

18h00 – Coutinho Repórter (Brasil, 25 min.) – RETROSPECTIVA BRASILEIRA – COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”Registro da carreira de Eduardo Coutinho nos nove anos em que trabalhou no programa Globo Repórter. Em plena ditadura, forjou um estilo e realizou obras de empenho social que, na época, a censura impedia o cinema de concretizar.seguido de Teodorico, O Imperador do Sertão (Brasil, 49 min.) – RETROSPECTIVA BRASILEIRA – COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”

Dando a palavra ao “major” Teodorico Bezerra, expõe-se a visão de mundo de um típico representante da aristocracia rural nordestina, exercendo um poder quase absoluto sobre um verdadeiro feudo no sertão do Rio Grande do Norte, em que seus subordinados devem submeter-se às suas leis.

seguido de Exu, Uma Tragédia Sertaneja (Brasil, 39 min.) – RETROSPECTIVA BRASILEIRA – COUTINHO: O CAMINHO ATÉ “CABRA”A rivalidade entre as famílias Alencar e Sampaio provocou, ao longo de

décadas, inúmeros assassinatos na cidade de Exu (PE). O documentário examina não só a crônica dessas mortes como a falta de perspectivas econômicas do local.

20h00 – Santos, 100 Anos de Futebol Arte (Brasil, 96 min.) – PROGRAMAS ESPECIAIS

Um retrato do Santos F. C. em seu centenário, desde a era Pelé até a geração Neymar.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s